Sobre a autora


100_5507

Página de comentários e críticas sobre filmes e o cinema, este visto como manifestação artística e como indústria. Criada por Alessandra Ogeda, jornalista atuante desde 1997. Neste tempo, escrevi por vários anos sobre cinema, com críticas e entrevistas publicadas em mais de um jornal no Sul do Brasil.

Comecei este blog quando estava estudando em um doutorado em Madrid, na Espanha. Foi ali que decidi voltar ao meu velho vício de escrever a respeito da minha paixão – a qual nunca abandonei. Desde o final de 2008 de volta ao Brasil, tento manter o blog atualizado ao mesmo tempo em que atuo como jornalista no jornal Notícias do Dia, em Florianópolis (SC).

Este blog segue algumas regras próprias.

Para começar, ele tem como característica textos longos e a publicação de cartazes dos filmes em grande qualidade. Sei que estas duas características são um pouco “anti-Internet”, mas sigo elas porque é assim que eu gosto de produzir. Textos longos são motivados pelo meu gosto pela escrita e como forma de “subverter” as regras sociais – ou seja, de insistir em fazer “do meu jeito” ainda que não seja o que a imprensa em geral faça com textos cada vez mais curtos e sem conteúdo ou o que a internet “tradicional” diga que se deva fazer (igualmente com a desculpa de “escrever menos para facilitar a leitura”). Sempre achei que quem busca informação, conteúdo e qualidade não irá se importar de ler grandes textos. Eu, pelo menos, funciono assim. A ideia dos cartazes em grande qualidade obedece a algo que gosto: quando um filme me agrada, gosto de ter o cartaz dele em formato grande para guardar. Manias.

Outras regras deste blog:

1) Escrevo sobre os filmes na ordem em que os assisto. Ou seja: o último filme postado no blog é realmente o último que eu assisti. Gosto desta lógica dos blogs, que vão “selecionando” a informação cronologicamente. Então aproveito isso para fazer um tipo de “diário de cinéfila”, como tantos outros que existem por aí.

2) Sigo um certo “padrão” de conteúdo, ou seja, sempre começo os textos “divagando” sobre os filmes, depois faço um resumo da história, retomo a crítica (sempre avisando ao leitor que o texto pode – e provavelmente irá – estragar surpresas), depois dou uma nota para o filme, faço algumas observações finais e termino com uma conclusão da crítica. Em fase de premiações, também posso abrir um tópico de palpites (como é o caso do Oscar). Outras seções podem ser criadas dependendo de sugestão de leitores ou de outros fatores.

3) Devido a regra número 1, na página principal do blog eu nunca irei comentar algum filme que eu tenha assistido no passado ou algum filme que eu já assisti e voltei a ver recentemente. Na página principal só comento novos filmes que eu tenha assistido recentemente. Por isso, em breve irei criar uma outra página dentro do site para críticas de filmes que eu tenha visto há um tempo e que voltei a ver por recomendação de algum leitor ou por vontade própria. De qualquer forma, esses comentários seriam um “plus” dentro do blog, mas escapariam da lógica principal dele.

4) Os comentários dos leitores não são apenas bem-vindos. Eles são fundamentais. Para mim a ideia de um blog ou de um jornalismo de qualidade passa pela troca de ideias, pela interação entre quem escreve e quem escreve também (leia-se blogueiro e leitor). Ninguém é “dono” da informação. O bacana é justamente a troca de experiências, conceitos, gostos e percepções. Por isso incentivo sempre que os leitores do blog participem. Faça isso! Da minha parte, tento sempre responder o mais rápido possível, para não perdermos a vontade de conversar.

Um grande abraço a você, que chegou aqui! E espero que sua visita se repita muitas vezes.

  1. 20 de setembro de 2007 às 1:12

    Parabéns!
    Gostei. Vou passar mais vezes por aqui.
    Aliás, vou te adicionar na lista de pesquisadores em comunicação blogueiros que estou organizando… beijo e boa sorte.

  2. 20 de setembro de 2007 às 22:46

    Oi garoto!

    Obrigada pelo comentário! E q bom que vc gostou! Pois volte sempre!
    Ah, e tenho outros blogs, por se queres me adicionar como pesquisadora em comunicação… esse é sobre cinema, mas tenho outro que fala mais do dia-a-dia. Beijosssssss

  3. Giancarlo
    25 de setembro de 2007 às 19:55

    Belo blog! Muito legal! Parabéns!

  4. 25 de setembro de 2007 às 23:14

    Puxa, Giancarlo, muito obrigada pelo comentário!

    Espero te ver por aqui muitas vezes. Beijosssssssssss

  5. Bernado
    1 de outubro de 2007 às 14:44

    Cara Alessandra,
    gostaria de te parabenizar pelas otimas criticas. Adimiro a forma como voce trata o cinema, de um modo geral, sem pieguices ou iconoclastia academica como muitos fazem. Voce deve saber do que falo. Aquele papo eurocentrico de que cinema bom e europeu… bla, bla, bla. A meu ver aqueles que reproduzem tal preconceito se recusam a participar da experiencia cinematografica como um todo. Bom, estou so de passagem por agora, mas devo confessar… seu blog ja e para mim uma referencia quando o assunto e cinema. Principalmente, quando comenta os filmes espanhois e latinos que sao de grande interesse meu.
    Beijos e Boa Sorte!
    Bernardo

    P.S. Meu teclado vive desconfigurando… desculpa pela ausencia de pontuacao adequada.

  6. 2 de outubro de 2007 às 2:03

    Olá Bernardo!

    Muito obrigado por teu comentário. Fico muito feliz que estejas gostando do blog e das críticas.
    Devo dizer que comentaste algo que eu acho fundamental: nunca gostei de textos para poucos, ou seja, textos que complicam mais do que explicam. Para mim esses não são realmente bons textos. Entendo quem escreva para “especialistas” e, por isso, siga uma linguagem muito específica, mas eu não escrevo para especialistas. Gosto de escrever para quem gosta de ler, nada mais. E também entendo o que queres dizer com todos os “intelectuais” que torcem o nariz para os filmes de Hollywood ou dos Estados Unidos em geral, qualquer produção que tenha cheiro de “blockbuster”… bobagem. Tem muitos e muitos filmes assim que são realmente muito bons. Claro que eu ainda acho que as melhores idéias vem de produções que não estão com os grandes estúdios mas, ainda assim, sempre temos boas surpresas.
    Como eu disse em uma das minhas críticas, o que eu gosto é de cinema em geral. De filmes bons, sejam eles vindos do local que seja.

    Ficarei ainda mais feliz se tu voltar por aqui mais vezes e se mandares mais comentários. De verdade, espero que esse blog seja um espaço de troca de idéias e de opiniões mais que tudo. Espero também comentar mais filmes espanhóis e latinos. Seguirei sua sugestão.

    Um grande abraço e beijos

  7. Déborah Tomazini Tessarolo
    26 de outubro de 2007 às 21:24

    Hello! Espetacular seu blog!! Fico muito feliz com seu sucesso e competência! Vc merece!! Bjs

  8. 26 de outubro de 2007 às 22:50

    Oi Déborah!

    Quanto tempo, menina! Veja que maravilha a Internet, sempre aproximando as pessoas.

    Fico muito feliz que tu gostou do blog. Muito mesmo.
    Espero te ver por aqui muitas vezes… inclusive para concordar ou discordar do que eu escrevo. Afinal, é para isso que existem os blogs. Para trocarmos idéias.

    Beijosssssssssssss mil e sucesso pra você também!

  9. Bruna - Zurich/Switzerland
    9 de novembro de 2007 às 21:01

    Estou impressionada, adorei o blog.Gostei muito da riqueza dos detalhes em relação as partes interessantes do filmes/documentarios, isto torna ainda mais interessante assisti-los.Parabens pelo Trabalho.

  10. 11 de novembro de 2007 às 10:50

    Oi Bruna!

    Obrigadíssimo pelo comentário. Fico muito feliz que você tenha chegado aqui e tenha gostado.

    Só comento um detalhe: eu realmente sou viciada em filmes e, nem sempre, sou tão “ranzinza” o quanto deveria ser com eles… explico: normalmente sempre vejo um ponto positivo no que for, ainda que seja uma droga. Por isso que gosto de sempre ressaltar que essa opinião é minha, mas que as pessoas podem pensar extremamente diferente. hehehehehehehe

    Obrigada por teu comentário super motivador. E espero te ver mais vezes por aqui, também comentando os filmes. Beijos

  11. fabio bardella
    3 de dezembro de 2007 às 19:08

    Oi Alessandra acabei por descobrir o seu blog eachei muito legal pois é restrito as informações sobre cinema latino e europeu nos jornais Folha e Estadão que costumo ler.Revistas? Nem existem…ah tá tem a SET mas essa nem conta né? rs!
    Bom se vocetem a paixao do cinema eutenho a paixao pela musica e como sou um dinossauro nos tempos modernos em colecionar cds gostaria de saber se voce poderia me ajudar em minha coleção.Em troca do envio de cds pelo correio te enviaria tb cds daqui do Brasil do seu interesse.Aí na Espanha tenho vontade de ter cds do Amparanoia, Chambao(tenho um só), Ojos de Brujo,etc…mas os “café del mar” da vida e´que andam fazendo a minha cabeça ultimamente.
    Bom caso nao posso por favor envie esse email a um espanhol apaixonado por musica brasileirapara que possamos iniciar o “cambio” /gracias! Podem escrever em espanhol, ingles, italiano vale?
    /saludos desde
    Ribeirao Preto, SP

  12. cedois
    6 de dezembro de 2007 às 12:30

    Aleogeda,
    Vc manja prá caramba.
    Gosto de suas críticas porque são coerentes. Vou virar fã..
    Agora, me diga, vc não assistiu “Mr.Brooks – Instinto Secreto”? Procurei no catálogo e não encontrei…
    Sucesso.

  13. 8 de dezembro de 2007 às 9:20

    ….. tava lendo o comentário do cedois, e era só para dizer que “Mr.Brooks – Instinto Secreto” é simplesmente fantástico!! Recomendo a todos os amantes de cinema =)
    Abraço!!

  14. 17 de dezembro de 2007 às 17:54

    Olá Fábio!

    Que bom que você gostou do blog. Como eu disse em algum (ou alguns) comentário(s) de filmes, eu realmente tenho um gosto bem eclético para cinema. Costume dizer que gosto de filmes bons, venham do país ou do orçamento que venham – ou seja, gosto tanto de filmes europeus, latinos, asiáticos, árabes ou de Hollywood quanto de filmes comerciais ou independentes, desde que tenham qualidade e boas idéias.

    Realmente, tem muitos filmes que nunca chegam a ser divulgados pela “grande mídia” ou, se preferir chamar, pelos grandes jornais, rádios e TVs. Na verdade, quanto maior a mídia, maior o destaque para o lado “comercialzão” do cinema. Uma pena, porque existe muito filme inteligente sendo feito por aí e sem grande divulgação. Um dos objetivos do blog é justamente falar de filmes que ninguém (ou quase ninguém) fala. Descobrir por aí trabalhos interessantes, além de falar de filmes que todo mundo está falando – ou quer descobrir. Aqui é para ser uma salada mista.

    A SET… pois é, eu sou uma colecionadora desta revista. E por isso mesmo posso dizer – e demonstrar – como ela caiu de qualidade com o passar do tempo. Mas acho – e também posso falar isso com um pouco de experiência, porque sou jornalista – que a imprensa em geral caiu o nível de qualidade. Infelizmente. Mas isso é papo para outro comentário. hehehehehehehe

    Tenho paixão por filmes, pelo cinema. Nisso tens razão. Mas sou apaixonada pela música também. Não se engane só pelo fato de eu ter começado um blog restrito a cinema e que não fala de música e outras manifestações artísticas. hehehehehe. Como jornalista já escrevi bastante sobre cinema, música, artes plásticas, teatro, etc. Mas, claro, grita mais o gosto pelo cinema. Ainda assim, me interesso muito por música – adoro aquela frase que diz “sem música a vida seria um erro”. Das bandas que tu citou, conheço todas. Inclusive fui a um show mais “intimista” da vocalista de Amparanoia em Madrid. E tenho ainda que ver os demais… mas é fácil conseguir para ti CDs da Amparanoia, Chambao, Ojos de Brujo, e o que você quiser.

    Agora mesmo estou no Brasil. De férias. Por isso também a demora em responder. Mas volto para Madrid no final de dezembro… e posso comprar para ti CDs do que você quiser e te mandar a partir de janeiro. Sem problemas. E não te preocupe em me mandar nada. Posso te mandar na boa, te cobrando só o custo do CD e do envio. Se quiseres, me manda um e-mail com o que você quer e faço uma pesquisa de preços para ti. Por e-mail também podemos combinar forma de pagamento. Como eu disse, te cobro só os custos, sem problemas.

    Un gran abrazo, Fábio! Cuídate!
    Ah, e volte sempre!

  15. 17 de dezembro de 2007 às 18:07

    Olá cedois!

    Desculpe a demora em responder, mas estava hiper enrolada nos preparativos para minha vinda para o Brasil, passar férias com família, e há uma semana aqui não tinha tido tempo de entrar na internet direito.

    Que bom que você encontrou meu blog e que gostou. Não acho que eu manje pra caramba, como você diz, mas acho que sou uma “metida” em cinema e que gosta demais do que é feito por aí. Também acho que por me interessar tanto, por ter visto já muitos filmes e por ler bastante a respeito, acabo tendo algum critério na hora de escrever, o que é bacana. Obrigada mesmo pelo teu comentário super positivo e por teu incentivo. Se tu vai virar meu fã, eu vou continuar a escrever para ti… hehehehehe. E para os demais, é claro.

    Cedois, algo que eu não deixei muito claro ainda no blog, eu acho, é sobre como funciona isto aqui. Até falei a respeito em algum comentário de filme, mas admito que não é todo mundo que lê tudo que eu escrevo (ainda bem! hehehehehe). Na verdade, esse blog funciona sob alguns critérios… e um dos principais é que escrevo aqui na ordem em que eu assisto aos filmes. Ou seja, o último sobre o qual eu escrevi é realmente o último que eu assisti. Dificilmente consigo escrever sobre um filme logo depois de assistí-lo, por falta de tempo, mas tento escrever o mais rápido possível – para não fugirem as minhas “impressões” a respeito.

    Mr. Brooks, por exemplo, é um filme que eu assisti antes de começar o blog. Sendo assim, não falarei dele aqui porque ele foge da regra principal, que é de que eu só faço os comentários dos filmes na ordem em que os vejo. Gostei de Mr. Brooks. Acho que o Kevin Costner consegue fazer um trabalho muito bom – o melhor de sua carreira desde muito tempo, talvez desde Um Mundo Perfeito. Toda aquela ironia sobre a divisão de personalidades e o desequilíbrio, assim como sobre as “exigências” do mundo moderno, baseado nas aparências, é muito interessante. Ainda assim, algo parece que falta nessa produção… não sei se eu esperava um pouco mais de “primor” técnico do diretor ou se realmente não consigo mais ver a Demi Moore na minha frente (ainda que seja “virtualmente”), mas parece que falta uma parte do quebra-cabeças para que eu o veja como um dos grandes filmes do ano. Ainda assim, claro, gostei dele. É um filme para ser visto.

    Um grande abraço, cedois, e volte sempre!

  16. 17 de dezembro de 2007 às 18:09

    Olá PauloC!

    Seja bem-vindo por aqui mais uma vez! Fico contente que você veio e voltou. Faça isso mais vezes!

    Um grande abraço!

  17. 28 de dezembro de 2007 às 2:21

    Descobri teu blog por acaso e adorei!! Vou linkar.

  18. Breno Costa
    30 de dezembro de 2007 às 4:12

    Que pena não ter descoberto esse ótimo blog antes !

    Simplesmente devorei os 5 meses de críticas, e já espero ansioso pelas próximas!

    Cheguei aqui por acaso, via google, procurando uma resenha sobre The Brave One.

  19. 30 de dezembro de 2007 às 19:16

    Olá Vica!!

    Obrigada por teu comentário, tua visita e teu incentivo.

    Muito obrigada também por linkar o meu blog no seu.

    Espero que voltes sempre e que participes comentando os filmes e as besteiras que eu falo. hehehehehehe

    Um abraço!

  20. 30 de dezembro de 2007 às 19:20

    Olá Breno!!!

    Primeiro, muito obrigada por teu elogio. Assim eu realmente acredito que o blog está legal… hehehehehe. Tenho muito ainda que melhorar… links que linkar, mais para escrever… um dos meus sonhos para 2008 é conseguir atualizar o blog quase que diariamente. Espero conseguir.

    Fiquei maravilhada de saber que leste todo o blog desde o princípio. Uau!!!! Haja paciência para ler todos esses meus looooongos textos. hehehehehehe

    Mas que bom que chegaste aqui, ainda que meio que por “acaso” (ele realmente existe?). Espero verte por aqui várias vezes ainda, seja para concordar ou discordar do que eu escrevo.

    Um grande abraço e obrigada pelo incentivo.

  21. Breno
    19 de janeiro de 2008 às 5:16

    Olha eu aqui de novo !

    Pois é, depois que conheci seu blog , acabei por desenvolver um novo hábito que é mais forte do que eu ! (felizmente)

    Sempre que vejo um filme corro aqui pra ver se tem uma crítica, porque se tiver eu já vou lendo pra saber se deixei alguma coisa passar em branco, e quando não tem fico desesperado !

    Assisti alguns filmes que queria ver suas resenhas:
    The Bucket List, The Man From Earth e a recente adaptação do Caçador de Pipas!

    Agora ao invés de ver filmes e procurar as suas análises deles, vou ver suas indicações antes de ver algum filme, ai é garantido um ótimo texto pós-filme !

    Abração e continue assim (pelamordedeus!)

  22. 23 de janeiro de 2008 às 4:21

    Ola Alessandra, tudo bem?

    Primeiramente , parabéns pelo blog, com belissimos comentários de filmes maravilhosos. Assim como voce, gosto de ver filmes sempre, seja na tv, no pc, ou em qualquer lugar, pode até ser ruim, mas eu adoro ver, nem que seja para falar mau depois.
    Também não costumo ler resenhas antes de ver um filme, adoro o suspense, mas criei o hábito de após ver o filme correr para ler uma crítica ou algum comentário sobre o mesmo, e numa dessas buscas encontrei seu blog. Adoro estas dissecações sobre os filmes.
    Não sou tão bom nas palavras, mas filmes sempre me inspiraram. ADOREI!!!
    Continue o bom trabalho!

    Ah, acabei de ver…O assassinato de Um Presidente (Assassination of Richard Nixon) com Sean Penn, adoro este ator, o filme parece ter sido feito para ele…pena não ter visto um comentário aqui, já o viu? Aposto que sim!!!

    abraço!!!

    http://rogerioartes.blogspot.com

  23. 29 de janeiro de 2008 às 22:46

    Olá Breno!

    Puxa, você me deixa até sem graça com teu comentário… que responsabilidade eu tenho, hein? hehehehehehe
    Mas fico beeeeem, bem feliz mesmo de saber que tu gosta tanto do que eu escrevo. De verdade isso é um grande incentivo.

    Infelizmente pelos compromissos que eu tenho eu não consigo atualizar o blog o quanto eu gostaria. Veja só o tempo que eu demorei para responder para ti e os demais… mas enfim. Meu sonho de consumo é conseguir, um dia, escrever aqui a cada dois ou três dias. Quem sabe um dia eu consiga?

    Anotei as tuas sugestões e prometo que, logo que der, vou assistir a estes filmes e comentar aqui, ok? É que agora, véspera de Oscar, eu fico preocupada em ver o que falta para mim ver e, assim, estar mais “ciente” do que esses senhores e senhoras da Academia vão fazer este ano. hehehehehehehehe. Pela primeira vez na vida eu meio que estou conseguindo ver tudo antes da premiação, o que é ótimo.

    Obrigada mesmo pelos elogios. Agora, podemos fazer o seguinte: tu vai vendo os filmes depois de vê-los aqui comentados e também vê outros que eu não comentei para poder me indicar… que tal? Assim um ajuda o outro. hehehehehehe

    Um grande abraço, Breno, e obrigada mais uma vez por comentar aqui. Faça isso sempre que puder. Beijos

  24. 29 de janeiro de 2008 às 23:07

    Olá Rogério!

    Puxa, muito obrigada por tua visita e pelo teu comentário superpositivo!

    Sobre ver filmes… temos isso em comum: gostamos de ver todos e qualquer um. Eu sempre sou da opinião de que é preciso ver de tudo, filmes bons, ruins, verdadeiros lixos, verdadeiras preciosidades… afinal, só vendo de tudo a gente pode criar critério próprio para saber o que é bom ou ruim, o que tem qualidade ou não. Tem que ver de tudo, realmente.

    Sou como você… não gosto de ler textos antes, mas vou atrás de informação depois. Acho que é um bom hábito querer saber o que o artista (ou os artistas, diretor e roteirista, atores, etc.) quis dizer com aquilo que acabamos de ver. Ainda que eu tenha um “modus operandi”: vejo o filme, escrevo meu comentário e, só depois, leio outros comentários ou entrevistas com os envolvidos no projeto. Não gosto de me “influenciar” muito antes de escrever, para que eu não perca a impressão original, sabe? Mas isso é uma mania. O importante é ir atrás da informação, sempre.

    Nossa, esse filme que você falou, Assassination of Richard Nixon é, simplesmente, MARAVILHOSO. Adorei ele quando o vi, ano passado. O lance dele é que o vi antes de começar este blog… e como eu disse anteriormente, por aqui só escrevo o que acabo de ver, na ordem cronológica em que o vi… ainda que, algumas vezes, como agora, eu demore alguns dias para conseguir tempo de sentar e escrever. Vi semana passada a Juno e There Will Be Blood e tenho, logo que der, que escrever sobre eles. Do contrário, aquela “idéia original” se perde. Mas Assassination of Richard Nixon realmente é muito bom. Sean Penn está maravilhoso. Recomendo a quem ainda não assisti.

    Acho que é isso por hora, Rogério. Gostei muito do teu comentário. Volte sempre! E comente mais, inclusive sobre filmes que você viu. Um grande abraço!

  25. 14 de março de 2008 às 3:32

    Olá, Alessandra.

    Parabéns pelo Blog e por suas impressões sobre os filmes. Sou Editor de um site que recebe mais de 2 mil visitantes/dia (DVD Magazine), gostaria de convidá-la para publicar as suas críticas no site, em troca divulgo o seu blog.

    Estou querendo ampliar as atividades do site e, quem sabe, podemos também fazer outras parcerias. Por favor, envie e-mail sobre a possiblidade (ou não) desta parceria.

    Parabéns novamente, no mínimo serei seu leitor.

    Abraço.

  26. 31 de março de 2008 às 14:34

    Parabens pela coluna. Obrigado por comentar.
    Tambem queria te comentar que vi o INTO THE WILD. Incrível. Animal. Pefeito.
    Beijos. Vamos nos ver logo🙂

  27. Glaucia
    31 de março de 2008 às 22:30

    nossaaaaaaaa…………virei sua fa!
    Descobri por acaso seu site, estava procurando algo sobre o filme “as bicicletas de belleville” e cheguei até vc….bem, me surpreendi com seu jeito de opinar sobre os filmes, de um jeito gostoso de ler e ao mesmo tempo com tanta informaçao e conteudo…..vc realmente sabe o que faz, o que fala e o faz bem! meus parabens…..nao sou nenhuma especialista em filmes, mas aprendi a obervar de uma forma peculiar algumas produçoes e roteiros….bem, lendo sua coluna, fiquei mais entusiamanda, pq parecia leitura viciosa, que vc nao consegue deixar de ler, li todas as suas postagens na mesma hora…..ameiiii, ameiii demais!!!!! Parabens mais uma vez….e vou estar sempre por aki….acredite! rssrs!
    eu tmb estou aki na espanha, mas em barcelona….um grande beijo!
    un saludo!
    ahh, uma pergunta, vc ja assistiu o filme que comentei????

  28. 2 de abril de 2008 às 5:01

    Muito bom seu site. Boas críticas também.

    Gosto do Spoilers. Pois, nos dão a dica se existem temas ou passagens que não iríamos gostar. Muitas vezes temos um tema de suspense que na verdade é terror; Outras, uma comédia que está mais para drama… Enfim, Spoilers são bem vindos!

    Uma pergunta. Com o advento da Internet, principalmente da 2.0 (ou será que já estamos na 3.0? O tempo voa), o qua acha de revistas (magazines) sobre cinema? Com sua experiência na área, é de seu interesse escrever para esse meio?

    Falemos mais sobre isso, se dispor de algum tempo.

    Ps: Congratulações. Excelente sua escrita.

    Abraços,
    Eduardo Louzada
    Diretor de Arte/ Designer

  29. 3 de abril de 2008 às 4:58

    Olá Alessandra… Vc. leu meu post? Ou recebeu?

    Ontem, dia 1 de abril (mas, não foi trote) coloquei uma mensagem, mas hoje não consta…

    Aguardo um retorno.

    Atenciosamente,
    Eduardo Louzada

  30. 3 de abril de 2008 às 6:24

    Oi Eduardo!!!

    Recebi sim, li e tudo… só que não tinha publicado ainda por pura e extrema falta de tempo… também queria tirar o teu e-mail do recado (mas o anotei, fique tranquilo) para que não ficasse “público”, entende? Evito isso para preservar um pouco os usuários do blog.

    Logo que der te respondo… provavelmente amanhã, sexta, porque hoje o dia está complicado.

    Beijos e obrigada pela visita e pelo comentário. Até logo…

  31. 5 de abril de 2008 às 11:20

    Oi Rafa!!!

    Que bom que vc veio me visitar… pelo menos virtualmente, né? hehehehehehehe
    Também fiquei feliz com a novidade. Ainda que tenha pouco tempo de escrever por aqui e, mais ainda, no outro site.

    Realmente, Into the Wild é algo de maravilhoso. Quase uma unanimidade – quase porque teve gente que não curtiu. Mas é bom não ser uma unanimidade…

    Volte aqui mais vezes, viu? E vamos ver se nos vemos ainda em 2008… hehehehehe

    beijosssssssssss

  32. 5 de abril de 2008 às 11:29

    Oi Glaucia!

    Nossa, obrigadíssimo pelo teu comentário! Com elogios como o seu é que me sinto animada a continuar.

    Agora, quanta responsabilidade ter alguém como fã, né? hehehehehehhe. Tenho medo dessas coisas… afinal, sempre que alguém gosta muito do trabalho de outro é fácil se decepcionar. Mas tudo bem, ter expectativas e não vê-las se realizando sempre também faz parte, né?

    Obrigada mesmo. Sabe que isso de escrever “gostoso mas com conteúdo” é algo que eu procuro há tempos? Sim, porque eu acho bacana quem escreve “complicado” e tal, em uma linguagem mais técnica ou “rebuscada”, mas acho totalmente improdutivo. Ou seja: escrevem para poucos – e nem sempre bons, mas chatos. hahahahahahahaha. Eu já gosto de escrever para todos, para quem quiser ler… seja adulto ou criança. Acho que a comunicação só tem sentido se é para todos, se inclui e não exclui. Mas enfim, são coisas que eu defendo e que penso, mas não tem que ser regra para ninguém, é claro. De qualquer forma, fico feliz se estou conseguindo meu propósito, de escrever de uma maneira atrativa e, ainda assim, com conteúdo. Obrigada por comentar isso.

    Agora, estás brincando que leste todas as minhas postagens, né? Afinal, são mais de 80… hahahahahahahaha. Haja tempo e paciência para ler tudo… Aliás, um detalhe: tem que ver cada texto dentro de seu “contexto”, ou seja, levando em conta quando eu escrevi… porque falo de alguns filmes que se tornaram mais conhecidos tempos depois, após ganhar prêmios e tal, mas que quando eu os assisti ainda não eram muito “famosos”, ou vice-versa, posso ter visto filmes depois que eles já tinham se “consagrado”. Digo isso só porque, às vezes, as opiniões mudam um pouco com o passar do tempo, né?

    Que legal que estamos “sobre a mesma terra” de Espanha… ainda não fui a Barcelona com tempo, para conhecer a cidade, mas pretendo fazer isso. Se um dia vieres para Madrid, podemos tentar tomar umas “cañas” ou um café por aí, né?

    Ah, e antes que me esqueça… infelizmente ainda não assisti As Bicicletas de Belleville… é um de tantos filmes na minha lista de “deixados para trás para assistir”, ou seja, de filmes que eu quero ver há muito tempo e que ainda não tive tempo. Mas vou assistir sim e, quando comentá-lo por aqui, cito você como a pessoa que o indicou, belê?

    Um grande abraço e apareça mais vezes! Também para comentar, é claro. Inté

  33. 5 de abril de 2008 às 11:38

    Oi Eduardo!

    Agora sim, com tempo para responder… infelizmente eu tenho mais tempo livre nos finais de semana, apenas. Durante a semana o tempo fica curto porque tenho que trabalhar para comprar o pão de cada dia, né? Mas enfim…

    Primeiro de tudo, obrigada por tua visita e pelo teu comentário. Que bom que tu gostou do blog e dos textos. Escrevo para mim, em primeiro lugar, mas também para os outros, claro. hehehehehehehhe. Mas algo é fato: só escrevo o que penso e o que tenho vontade, nada mais, nada menos. Talvez por isso possa ficar um pouco interessante…

    Achei importante criar os Spoilers porque eu sei que tem gente que não curte saber o que rola durante os filmes que ainda não viu. Então, desta maneira, alerto aos que não querem ter mais informações e que, assim, acabam lendo apenas o resumo da história e a “conclusão”, por exemplo, e também aviso aos que querem continuar lendo e que não vêem problemas em saber mais dos filmes antes de vê-los. Acho mais justo e honesto com o leitor.

    Só não entendi muito bem a tua pergunta, me desculpa. Não sei se queres que eu faça um paralelo entre a internet 2.0 (ou 3.0) e os meios tradicionais, como as revistas, dizendo o que acho de cada um e se tem a ver a sobrevivência paralela de ambos, ou se você estava querendo me convidar para algum projeto… hehehehehehe. Bem, como vou te mandar um e-mail agora, me explicas melhor por ali… Se for algum convite, sempre estou aberta a parcerias e/ou contribuições. Se for para falar sobre revistas e internet participativa, daí é o papo é longo…

    Bem, continuamos esta conversa por e-mail.

    Obrigada, novamente, por visitar o blog. E espero te ver por aqui muitas outras vezes, também para comentar sobre os filmes. Um abraço!

  34. Glaucia
    5 de abril de 2008 às 22:00

    oww querida, obrigada por responder e por ser ter sido tao atenciosa…. com certeza voltarei aki pra comentar alguns filmes sim…..
    vou considerar seu convite heim….tô indo em madrid no rock in rio em julho e com certeza vamos nos encontrar para tomar “cañas” e muitos cafés!!!!
    foi um grande prazer….
    beijos e sucesso sempre!

  35. 10 de abril de 2008 às 9:29

    Oi Alessandra,

    Queria deixar a sugestão de um filme. Caso não tenha visto, claro. O filme é “Mirrormask” ou, Máscara das ilusões (a tradução não é minha *rs). O link para você ver uns clips e ficar informada é: http://www.mckean-art.co.uk/

    É um filme que tenho e o acho ótimo!

    Inicialmente você verá semelhanças com “Labirinto de Fauno”, mas são só semelhanças… O tom é outro. Não é feito para assustar, mas para sonhar. MEsmo que sonhos bizarros. E eles não o são?

    Lembrando que este filme é anterior ao Labirinto de Fauno.

    Outra dica é um filme Francês chamado 36. É um drama policial. O melhor que já vi. Os atores são excelentes e a dinâmica é perfeita.

    Paro por aqui. Abraços!🙂

    Ps: Te mandei um e-mail “suuuper” curtinho. *rs

  36. Eduardo
    20 de abril de 2008 às 5:08

    Oi Ale, tudo bem?

    Não respondeu meu e-mail que te mandei a uma semana… Espero não ter sido chato ou redundante em demasiado… Ainda posso contar contigo, não?!🙂

    Abraços,
    Eduardo Louzada

  37. 4 de maio de 2008 às 16:56

    Oi Glaucia!

    Nossa, passou um mês desde que você me mandou essa mensagem aí de cima e eu não consegui te responder antes…

    Que legal que vens para Madrid no Rock in Rio. Que show você vai ver? Ou melhor, que shows, no plural?
    Me diz mesmo quando estarás aqui e a gente combina algum café ou alguma “caña”.

    E aí, viu algum filme bom neste tempo sem nos falarmos? Depois comenta por aqui…

    Um grande beijo e sucesso pra você também! Até breve – prometo não demorar mais tanto na próxima vez.

  38. 4 de maio de 2008 às 17:42

    Oi Eduardo!

    hahahahahahahahahhahaahahaha

    Realmente nós temos muitas coisas em comum!

    Digo isso porque eu comentei, lá atrás, na crítica do AzulOscuroCasiNegro, justamente sobre este MirrorMask. Lá eu disse como me fizeram confundir o filme inspirado no Neil Gaiman com o filme espanhol que eu queria assistir há algum tempo. No fim das contas, ainda não assisti a MirrorMask – apesar de tê-lo aqui em casa. Mas o curioso é você me indicar ele… afinal, quase ninguém conhece esse filme. Prometo que quando comentá-lo por aqui, vou te citar como alguém que me indicou ele – apesar de que ele já estava na minha lista para assistí-lo antes de me falares dele… hahahahahahahahaha

    O outro filme, 36, também ainda não assisti… mas coloquei na minha pequena-grande-gigante listinha. Obrigada pela sugestão! Um grande abraço e desculpe por demorar a responder teus recados por aqui e por e-mail, mas é que meu mês de abril realmente foi complicado…

    Volte sempre, viu? Um abraço!

  39. 19 de maio de 2008 às 7:41

    Ou Ale, tudo bem? Espero que sim.

    Não consegui ainda responder seu e-mail como gostaria. Afinal, preciso de pelo menos 10.000 caracteres para escrever algo digno. rsrsrs

    Brincadeirasà parte, gostaria de deixar um recadinho… Sobnre o filme Epeed Racer.

    Eu olhei o trailer e fiquei preocupado, pois quase passo mal… E, após ler algumas críticas e ver “repetidamente” a palavra epilepsia, achei que fosse meu dever te alertar. E, se possivel, pedir que alerta as pessoas que conhece.

    O filme é uma sucessão psicodelica de cores e luzes intermitentes (além de movimentação excessiva de ângulos de câmera) que pode provocar crises epileticas fotossensitivas. Além do que, pelo que li, o filme é vazio de conteúdo.

    Enfim, achei meu dever alertar as pessoas que prezo sobre esse grave problema da indústria.

    Espero que a Warner tenha prejuízo para, da próxima vez, poder investir melhor nos “novos Kubricks” da vida. (essa foi maldade rsrsrs)

    Ps. Olhe a foto e veja em todo seu esplendor o estilo LSD do filme:

    Abraço,
    Edu

  40. 24 de maio de 2008 às 12:10

    Olá Eduardo!

    Sem problemas sobre o e-mail… quando você puder, você me responde. Afinal, não posso cobrar de ninguém rapidez em responder e-mails, já que eu não consigo fazer isso também. hehehehehehehe

    Sobre o filme Speed Racer… bacana o toque que você está dando. Ainda não pesquisei a respeito e ainda não assisti ao filme, mas logo que souber de mais informações, faço um comentário mais apropriado por aqui. De qualquer forma, é importante as pessoas se informarem antes de assistí-lo – especialmente as que podem ter algum problema com estes elementos técnicos que tu comentou.

    De qualquer forma, o filme me pareceu interessante… afinal, os diretores são ótimos. Agora, que ele tem uma boa dose de psicodelia, isso ele tem… o que, inicialmente, não acho um problema – dependendo de como isto foi manejado, claro. Psicodelia por psicodelia não é ruim, a vejo apenas como um estilo de manifestação cultural. Veremos… quando tiver mais informações, comento aqui.

    Beijosssssssssss, vários! Te cuida e mantenha contato!

  41. Gabriela
    25 de maio de 2008 às 4:28

    Olá Alessandra!

    Quero te dar os parabéns por um blog tão bem feito! Encontrei hoje por acaso e acabei de por ler inteiro! Fazia tempo que eu procurava algo que desse uma opinião sobre os filmes e não somente capas e releases prontos. Show de bola!
    O que mais valeu pra mim foi já ter visto alguns dos filmes e pela tua crítica perceber que temos idéias e preferências muito parecidas…. O que torna minhas escolhas mais fáceis.
    Pronto, teu blog virou meu guia de filmes! hahahaha

    Parabéns mais uma vez pelo trabalho impecável.
    Beijos

    Gabi

  42. 27 de maio de 2008 às 8:53

    Oi Ale, tudo bem?

    Que bom que você é uma mulher compreensiva. Refiro-me ao e-mail *rsrsrs.

    Sobre o Speed Racer. Bem, o irmão Wachowsky mais novo está mudando a vida dele aos poucos. Eu não tenho preconceito algum, pelo contrário. Mas, isso pode ter influenciado a sua obra. Já a psicodelia, sem problemas também. Mas, precisa ser algo focado. Tudo em excesso cansa. Ademais, a mistura de cores, luzes psicodelicas com velocidade é o problema. Dá um certo enjôo ao assistir… Chega uma hora que não dá para ver mais…

    Enfim, amo Matrix. Mas, nesse filme, em minha opinião, erraram a mão. Não tem quase nada haver com Speed Racer… Está moderno e psicodelico demais.

    Enfim, estou escrevendo sobre o que não gostei somente… Olha eu errado. Acabei de escrever um recado sobre o Iron Man. Fantástico que ambos gostamos!

    Gostei principalmente deste seu comentário: “Um dos pontos interessantes do filme é justamente este: de que não interessa a intenção que você possa ter ao inventar ou fazer algo, porque nunca terás total controle sobre isso. Ou seja: o conhecimento traz responsabilidades, porque ele pode servir para usos muito distintos do que originalmente foram planejados. Um dos exemplos clássicos disto foi o uso da descoberta da fissão nuclear, pelos alemães Otto Hahn, Lise Meitner e Fritz Strassmann, para a posterior elaboração das bombas atômicas que mataram milhares de pessoas no Japão. E ninguém pode se dizer “inocente” totalmente pelo uso indevido do conhecimento que ajuda a produzir.”

    Isso me lembra a Bíblia. Sim, não se assuste. Eu sou muito interessado pelas escrituras e toda história humana. Lembra-me da “Criação do homem”. Que, serve à ideais e virtudes bem distintas. Lembra-me, principalmente, sobre responsabilidade. O que me leva à pensar em minha filha… Espero saber conduzir bem esta minha “Criação” *rsrsrs

    Ale, novamente suas críticas estão de parabéns! Além de bem escritas são recheadas de cultura.

    Beijos,
    Edu

  43. 7 de junho de 2008 às 2:32

    Gostei muito do seu blog. Posso linkar no meu? Entre lá e dê sua opinião, além de sugestão de pauta. Se gostar e quiser linkar, tudo bem. http://www.portaldosfatos.blogspot.com

  44. 15 de junho de 2008 às 13:23

    Oi Gabi!!

    Puxa, até fiquei sem graça com tantos elogios… de verdade. hehehehehehehe
    Te agradeço cada um deles, mas sei que meu blog não é perfeito. E nem tem a intenção de ser-lo. Muitas vezes ele tem erros de português ou, melhor dizendo, de revisão espalhados aqui e ali. Eu sei… mas é que mal tenho tempo de publicar novos textos, quanto mais de ficar revisando o que eu escrevi. heheheheheheehe

    Obrigadíssimo por tua visita e pelo teu incentivo. E que responsabilidade escrever um blog que seja um guia para os demais, hein? Ui, até me dá medo. hehehehehe. Mas enfim, fico feliz também.

    Agora, cá entre nós: você REALMENTE leu o blog inteiro?? Uau!!! Você é um fenômeno. hehehehehehehe. Porque eu escrevo muito, né? Textos hiper longos e que eu sempre acho que as pessoas não terão muita paciência de ler. Mas belê, se vc conseguiu, isso é um bom sinal.🙂

    Ah, e se você já viu vários dos filmes que eu comentei, podias ir comentando eles também, né? Dando tuas opiniões a respeito, concordando ou discordando de mim e dos demais. Essa troca de idéias é que é bacana.

    Volte sempre, Gabi. Um grande beijo!!

  45. 15 de junho de 2008 às 14:06

    Oi Edu!!

    Por aqui tudo bem. Só meio sem tempo… infelizmente. Mas acho que isso dá para perceber pela falta de atualização deste blog, não é mesmo? hehehehehee

    Olha, ainda não vi a Speed Racer. E, para ser franca, não tenho muita pressa de vê-lo. Não apenas pelo que você comentou – até porque não tenho problemas com psicodelia, hehehehehehe – mas, principalmente, porque desde que comecei a ver algo a respeito eu tive a mesma impressão que vc: de que os irmãos Wachowsky fizeram uma releitura muito distante da essência do personagem. O trailer que eu vi achei muito “viagem”, a milhas do que era o desenho. Mas enfim… só vou opinar mesmo depois de vê-lo.

    Obrigada por teu comentário tão bacana… realmente gosto de fazer referências nas críticas dos filmes porque eu acho que nossa cultura ocidental está cheia delas… e o cinema, como uma manifestação desta cultura, nos abre várias janelas para compreender a vida, os costumes, os sentimentos… se estivermos dispostos a ver as coisas além do que elas são, é claro. E falo da nossa cultura ocidental, mas todas as culturas neste século 21 estão cheias de referências… a oriental também, entre outras.

    Por que eu me assustaria por você citar a Bíblia?? Ué, é um livro clássico, não é mesmo?🙂
    Pessoalmente, ainda não tive paciência ou disposição para ler a Bíblia de cabo a rabo, mas algo já li, é claro. E não vejo problema nenhum em usá-la como referência. Para mim ela é tão válida quanto qualquer livro ou obra… para alguns ela é a MAIS válida, mas eu não entro na questão de crenças ou méritos. E acho uma bobagem quem já vai “fazendo idéias cerradas” de quem cita ou deixa de citar a Bíblia. Bobagem. Tudo é válido quando não é levado como verdade absoluta.

    Boa sorte com tua filha! Tenho certeza que se bem conduzida, ela terá chances enormes de dar muito certo. Mas lembre-se: por mais que vc seja responsável por sua “criação”, ela sempre é independente e tomará seu próprio rumo, independente de você. Essas são algumas das coisas bonitas da vida, a imprevisibilidade e o improviso.

    Um grande abraço e apareça sempre!

  46. 15 de junho de 2008 às 14:54

    Olá Jorge Alexandre!!!

    Primeiramente, muito obrigada por tua visita e pelo teu comentário elogioso. Fico feliz que tenhas gostado do blog. E claro que podes linká-lo no seu blog se você achar que ele merece.🙂

    Apareça mais vezes… inclusive para dar opinião sobre os filmes.

    Um grande abraço e sucesso com o seu projeto.

  47. Tony Freitas
    28 de julho de 2008 às 14:36

    Alessandra, por que será que alguns filmes ditos até bons por críticos, nunca saem em DVD por aqui no Brasil? vc saberia dizer o que faz ou não um filme ser lançado em DVD? No caso aqui, faço menção ao filme argentino “Histórias Mínimas” de Carlos Sorin, que infelizmente, como perdi nos cinemas, até hoje não consegui assistir.
    Abs.

  48. Vander
    11 de agosto de 2008 às 23:16

    Queria te perguntar uma coisa sobre o filme Wall-e que saiu recentemente no cinema.Fui com dois sobrinhos pequenos.Bom as imagens são maravilhosas, mais o roteiro não achei essas maravilhas não.Por sinal, meus sobrinhos estavam me olhando como se eu tivesse oferecido um prato de salada com brócolis pra eles.Detestaram, eu mesmo não sei porque a critíca e o publico estão colocando essa animação como a coisa mais genial que apareceu nos ultimos tempos.Não quero criar polemica, só minha opinião, não é ruim, mais pra mim cinema em 1º lugar é entretenimento, boa noite

  49. 9 de setembro de 2008 às 20:02

    Oi Tony!!

    Primeiramente, desculpa em demorar tanto em responder… agosto eu estava de férias, sem acesso a internet, e agora a volta ao trabalho e aos estudos me deixou enrolada… mas ok, agora pretendo manter o blog atualizado.

    Pois é, o problema dos lançamentos de filmes no Brasil é algo complicado de desvendar. As distribuidoras acabam fazendo um prognóstico do que consideram que vai faturar mais e seguem essa linha – algumas vezes com acertos, outras nem tanto – sem levar em conta a diversidade que é o mercado no país. Na verdade, no Brasil existe público para receber todos os lançamentos normais nos Estados Unidos e muito mais – como muito do que é lançado no mercado europeu. O que acontece é que eles justificam a “seleção cuidadosa” de títulos para lançar porque dizem que o mercado ficou “menor” com a pirataria e tal.

    Não sei, viu. Acho que sempre existe público para comprar os filmes… e se não querem gastar com a publicidade em cima de cada título, pois que divulguem mais por sites, blogs e etc., por internet, e nas videolocadoras, por exemplo. Mas que coloquem mais títulos no mercado.

    A justificativa sempre é, claro, a viabilidade, os custos para lançar um filme em DVD e a comentada “falta de retorno” por parte das vendas ou aluguel dos mesmos.

    Histórias Mínimas… tenho uma cópia desse filme aqui em casa há algum tempo e ainda não consegui assistir. Aliás, isso é algo que farei a partir de agora: dar um tempo nos filmes comerciais (exceto um ou outro pedido) e começar a assistir o que tenho na gaveta de documentários, filmes europeus e latinos. De qualquer forma, ouvi falar muito bem deste filme… logo que o assistir, comento aqui.

    Um abraço, Tony, e volte mais vezes!!!!

  50. 10 de setembro de 2008 às 0:58

    Oi Vander!

    Olha, ainda não assisti a Wall-E, por isso não vou poder opinar. Mas logo que eu assistir, comento por aqui, ok?

    De qualquer forma, sempre fico com o “pé atrás” quando a crítica e as pessoas em geral fazem muitos comentários sobre um filme… e o “pé atrás” é mais para mim mesma, no fundo, porque eu sei como você ter muitas expectativas sobre algo acabam, na verdade, jogando contra esse “algo”… grandes expectativas nunca são boas.

    Um grande abraço e volte sempre! Logo que eu assistir ao filme falo dele por aqui.

  51. 3 de outubro de 2008 às 22:18

    Querida!!!!

    Postei meu elogio de tudo de bom no lugar errado, haha….coloquei la no último filme. Mas zuzo, vc sabe que eu sou meio flutuante. Ou “despistada”, como dizem por aqui.

    Minha amada querida, saiba que eu sou sua super fâ(socorro, cadê o til….) e te desejo tooooda sorte e alegria do mundo.
    Que vc escreva muito, leia muito, viaje muito, comente, responda, etc, etc….
    Beijos enoooooormes!!!!!!!!!!!!!

    Vanessa.

  52. Lucas
    4 de outubro de 2008 às 5:02

    Olá,

    Posso saber qual é seu título acadêmico/profissional? O doutorado trata-se de análise cinematográfica ou algo do gênero?

    Possível que este não seja o local mais apropriado para tal pergunta, se sentir-se confortável em deletar esta mensagem, estou de acordo (é só me responder no endereço de e-mail encaminhado).

    Parabéns pelo trabalho,
    Lucas

  53. 6 de outubro de 2008 às 22:07

    Oi Vanessa!!

    Não faz mal, todo lugar neste blog é o lugar certo para dar opinião e pitacos… elogios também. hehehehehehehehe

    Obrigada mesmo por todo o teu carinho e incentivo. Saiba que vou levar tudo isso comigo para onde for…😉

    Amém para o que você me desejou… eu também torço para que eu leia muito, escreva muito, faça poesia, conte causos, escreva livros, coordene projetos de investigação para tornar a comunicação das pessoas mais fácil e bacana, enfim… isso tudo e muito mais. Amém para tudo isso.

    E para você… bem, te desejo um mundo de coisas lindas e boas, você sabe. Beijossssssssss gigantes e até a próxima.

  54. 6 de outubro de 2008 às 22:12

    Olá Lucas!!!

    Imagina, problema algum em me fazer perguntas deste tipo por aqui. Até porque eu não tenho nada a esconder.😉

    Meu título acadêmico/profissional está explicado no início desta página, na parte em que me apresento como autora do blog. Sou formada em Comunicação Social, com especialização em Jornalismo. Tenho 11 anos de carreira – 8 deles trabalhando em meios impressos, jornais e revista; além de ter atuado um pouco em meios digitais.

    Não tenho formação específica em análise cinematográfica, mas sou uma autodidata neste tema – cinema – e escrevi, por boa parte dos oito anos em que trabalhei em meios impressos, sobre cinema, música, teatro, etc. Entrevistei pessoas como Walter Salles, Cacá Diegues, Fábio Barreto, etc.

    O doutorado que estou cursando agora é bem amplo, mas gira basicamente sobre três temas: comunicação, mudança sociais e desenvolvimento. Para a tese doutoral eu vou estudar justamente a comunicação através dos blogs.

    Não sei se respondi satisfatoriamente as tuas perguntas… mas eu tentei.🙂 Agora, por curiosidade: por que você queria saber tudo isso? Queres seguir esta área?

    Queria também agradecer tua visita, e espero que ela seja apenas a primeira de muitas. Apareça por aqui também, em outro momento, para fazer comentários sobre os filmes, ok?

    Um abraço!

  55. Breno Costa
    7 de outubro de 2008 às 18:48

    Ale, o Lucas é o George Lucas e estava te sondando apenas para confirmar se te chamaria para produção do próximo filme dele !

  56. André Blaul
    13 de outubro de 2008 às 18:45

    parabens pelo blog. muito bom mesmo. Sou apaixonado por cinema e faço faculdade de Audiovisual. Assisti ontem o filme “the life before her eyes” e achei seu blog pesquisando informações sobre o filme. Seu blog é bem legal…parabens!

  57. 3 de novembro de 2008 às 22:45

    Oi Breno!!

    Vc é um figuraça, não é mesmo?? Escrevendo em nome do George Lucas. hehehehehehehe. Figuraaaaaaaaaaaaa.

    Um abração!!

  58. 4 de novembro de 2008 às 0:30

    Oi André!

    Obrigada. Que bom que você gostou do blog. Infelizmente ainda não consegui tempo de me dedicar a ele como eu gostaria, mas acho que aos poucos vou conseguindo isso.😉

    Sucesso para você e sorte na tua faculdade. Espero que no futuro você nos presenteie com filmes ou produções muito bacanas. Volte aqui mais vezes para indicar filmes – como você fez no outro comentário – ou para dar tua opinião sobre títulos que você já tenha visto e que eu comento por aqui.

    Um abraço!!

  59. Paulo Utida
    18 de novembro de 2008 às 3:34

    Querida Alessandra,
    Cada vez mais adoro ler seus comentários. Voçê tem uma capacidade incrível de dizer as coisas certas nas horas certas! Claro que não concordo com todas as coisas que voçe escreve, mas respeito todas elas!
    Hoje vim aqui para indicar um filme para voçê! O filme é do começo do ano… (um pouco antiguinho.. ehheeh) mas como nao consegui me livrar do meu defeito (baixar os filmes e assistir uma década depois) só me restou fazer isso agora!
    O nome do filme é “The Children Of Huang Shi”. Não sei se vale a pena comentar… até porque poucas pessoas devem ter assistido ao mesmo. Mas tá aí a dica.
    Acho que não devo assistir dramas! (apesar de adorar!) Por que? Bem, porque sempre fico meio depressivo depois. Penso demais na vida, fico com medo do futuro e me baixa uma crise existencial. Mas no filme em questão até que fiquei contente, pois, apesar de tanta desgraça acontecendo sempre tem alguém ou algumas pessoas dispostas à se doarem e sacrificarem pelas outras. Isso me motiva a cada dia tentar ser uma pessoa melhor. Que bom!!!
    Super beijos para voçê Ale (olha a intimidade??? kaokaoak)
    Fica com Deus!
    Paulo Utida.

  60. 2 de dezembro de 2008 às 21:56

    Oi Paulo!!!

    Nossa, fiquei sem jeito com esse teu comentário. Quer dizer que eu digo as coisas certas nas horas certas? Nossa, que legal!!! E ainda bem que você não concorda com tudo que eu escrevo, né? Porque se fosse assim, seria muito chato. É legal discordar! Fico feliz também que estás gostando cada vez mais do que publico aqui. Muito obrigada por esse comentário que super me incentiva.

    Anotada já a tua indicação. Pode deixar que vou assistir ao filme sim. E não importa que ele é meio “antiguinho”… pode indicar até filmes mais antigos… tudo que foi lançado depois de 1899 está valendo.😉
    Sério mesmo, sem problemas sobre indicar filmes antigos. Este blog não tem prazo de validade… posso assistir filmes de vários anos atrás, produções clássicas ou mesmo filmes que ainda não chegaram no Brasil… tudo está valendo.
    E tudo bem assistir a filmes que ninguém viu ainda… aliás, gosto de comentar filmes assim também, até para que o blog seja um local de divulgar filmes bons e desconhecidos também. E veja War/Dance… quase ninguém assistiu a esse filme, mas falei dele aqui.

    E Paulo, algumas vezes penso como você… que tem filmes que eu não deveria ver. War/Dance, por exemplo, resultou em uma crise existencial para mim das pesadas. Mas, cá entre nós, isso é muito bom. Esses filmes mexem com a gente e nos fazem repensar caminhos e decisões. E isso é bom, muito bom. As crises vêem para o bem, pode ter certeza.

    Super beijos para você também! E te cuida muito, viu? E fica com Deus também. Até breve…

  61. Gabriel
    3 de dezembro de 2008 às 2:16

    Oi,
    excelentte suas criticas!!! Você analisa muito bem os filmes.
    Até os filmes cliches, você analisa-os sem preconceito.
    este blog ja está no meus favoritose é meu favorito para a indicação de bons filmes.
    Por favor aqui tem a critica dos filmes 21 gramas, poderoso chefão trilogia e Requiem for dream?
    parabens pelo trabalho!!!
    bjss e feliz natal

  62. 17 de dezembro de 2008 às 12:00

    Oi Gabriel!!

    Primeiramente, seja muito bem-vindo por aqui.
    Fico feliz que tenhas gostado das críticas. A verdade é que, como todos, tenho dias mais ou menos inspirados. Tem alguns textos que andei publicando por aqui que eu gosto, já tem outros que acho um bocado fraquinhos… mas é assim mesmo.😉

    Olha, acho que cinema é cinema… vale assistir de tudo. De verdade. Filmes “clichês”, como você fala, campeões de bilheteria ou “filmes de arte” ou que poucos conhecem. Vale assistir de tudo e falar de tudo.

    Fico também bem feliz de saber que este blog já alcançou a difícil missão de ser o teu favorito na indicação de bons filmes. Que bom! Espero estar a altura de seguir com este privilégio.

    O problema dos filmes 21 Gramas, a trilogia Poderoso Chefão e o Requiem for a Dream é que eu assisti a todos eles antes de começar o blog… e como por aqui eu só comento os filmes que eu vi recentemente… Mas todos estes, se te servem de parâmetro e/ou consolo, estão entre os meus preferidos. E posso te adiantar algo: comprei a trilogia do Poderoso Chefão nesta versão “restaurada” que lançaram recentemente e, logo que eu tiver tempo de assistí-la, vou inaugurar uma seção aqui no site de “nova leituras” sobre filmes que eu já assisti. Será bacana. Agora, Requiem mesmo… acho maravilhoso. É um dos meus filmes favoritos de todos os tempos. Se um dia eu assistir a ele e a 21 Gramas novamente, comento eles aqui na seção que vou estrear ainda…

    Obrigada pelo teu comentário e por tua visita. Espero que apareças por aqui muitas e muitas vezes ainda, também para comentar sobre os filmes.

    Beijos e um ótimo Natal para você e tua família. E um 2009 MUITO melhor que este2008. Inté.

  63. Arclan
    22 de dezembro de 2008 às 3:17

    Feliz natal e ano novo…..
    e prosperidade para ti e tua familai
    Bjao

  64. 30 de dezembro de 2008 às 15:12

    Oi Arclan!!

    Muito obrigada por teus votos… te desejo tudo isso em dobro, triplo… sei que o desejo de Feliz Natal está um pouco atrasado, mas o de que tenhas um 2009 maravilhoso, cheio de boas surpresas, conquistas e alegrias ainda está em tempo.😉

    Desejo também muitas alegrias e prosperidade para tua família.

    Agora, por curiosidade, éres o Gabriel que comentou aqui logo acima? Pergunto porque parece que vocês tem praticamente o mesmo e-mail…

    Um grande abraço e volte sempre!

  65. Assis
    25 de janeiro de 2009 às 20:16

    Alessandra, descobri a pouco tempo esse seu blog, mas já posso dizer, com certeza, que já me tornei um leitor assíduo. Continue fazendo textos longos e divangando ao máximo – nós leitores e admiradores agradecemos. Acabei de assistir ao filme “Defiance” e adoraria de ler, aqui no seu blog, o seu ponto de vista a respeito desse filme. Grande abraço e parabéns pelo ótimo blog!

  66. 29 de janeiro de 2009 às 2:55

    Oi Assis!!

    Puxa, que bom que você achou este blog, então!🙂

    E obrigada por teu comentário incentivador… sei que muita gente não tem paciência de ler os textos longos, extensos e “chatos”, para alguns… Também por isso eu adotei a idéia do leitor ControlC, que me disse para criar um tópico chamado “conclusão”. Assim, quem não tem tempo ou paciência de ler tudo, lê apenas a introdução, a parte de “a história”, a nota e a conclusão e beleza… tem um resumo do que eu falei. hehehehehehehe

    Agora, fico feliz que tens paciência de ler tudo. E que gostas do que estás lendo. Obrigada.

    Defiance está na minha lista para ser assistido… pode deixar que logo mais vou assistí-lo e comentá-lo por aqui.

    Um grande abraço, Assis, e volte mais vezes. Especialmente para escrever comentários. Até mais!

  67. José Carlos Dias
    28 de fevereiro de 2009 às 0:41

    Cara Alessandra, fiquei muito contente ao descobrir seu blog, pois gosto muito de cinema para mim seu blog é uma leitura obrigatória quando quero saber das novidades sobre filmes, pois muitos nunca seram lançados por aqui, mas com o advento da internet consiguimos assisti-los.
    Um grande abraço.
    José Carlos.

  68. 28 de fevereiro de 2009 às 14:57

    Oi José Carlos!!

    Que bom que você encontrou este blog e gostou tanto dele. Obrigada!!

    Sinta-se muito bem-vindo por aqui. Como sempre digo, uma das razões deste espaço é para que a gente possa trocar idéias, experiências e dicas sobre filmes e o cinema em geral.

    Fico lisonjeada em saber que este blog virou referência obrigatória para ti… quanta responsabilidade!😉

    É uma pena que muitos filmes não cheguem até o nosso mercado. Mas enfim… A verdade é que por aqui eu falo de “novidades” do cinema, lançamentos realmente, mas também comento filmes mais “antiguinhos”, como é o caso de Fail Safe, Limite, entre outros. Tem para todos os gostos.😉

    Um grande abraço e até a próxima. Espero que voltes aqui muitas vezes ainda, para fazer outros comentários. Inté.

  69. 7 de março de 2009 às 16:57

    Oi Glaucia!!!

    Faz muito tempo que você não aparece por aqui, hein?

    Viu, demorei para me dar conta, mas agora eu sei… eu já assisti ao filme As Bicicletas de Belleville. Só me dei conta disso quando comecei a assistí-lo novamente, nesta minha onda de “colocar em dia as sugestões dos leitores deste blog”. Comecei a assistir ao filme e percebi que eu já tinha visto aquela história. Realmente genial a animação. Uma grande dica, para quem ainda não viu e para quem gosta do cinema francês.

    Beijos e obrigada pela dica. Espero que estejas bem por aí…

  70. Daniel R
    15 de março de 2009 às 5:36

    Oi, Alessandra! O seu blog foi uma surpresa muito boa partindo do nosso, tanto que logo depois de escrever os três comentários que estou redigindo (dois aqui e um no Pensotopia) logo vou pôr o seu no nosso blogroll.

    Acho muito bacana “ouvir a voz” de outros cinéfilos, especialmente aqueles que são ecléticos (ou seja, fãs de verdade da sétima arte =D) e inteligentes como você. Pondo o C(n)SD7A (ô nome grande) no meu RSS, tenho certeza que terei uma ótima leitura pela frente, além de boa dicas sobre para onde apontar as lentes dos meus óculos.

    Infelizmente a parte de cinema do nosso blog perde espaço para os outros interesses e eu não tenho muito como manter um blog à parte como o seu (falta de tempo), mas sempre que pensar em uma resenha ou crítica de filme, vou lembrar que tenho leitores como você (e alguns cinéfilos que de vez em quando bombardeiam a nossa caixa de e-mails exigindo mais artigos sobre cinema) e tentar criar um material cada vez melhor.

    Amplexos!

  71. 17 de março de 2009 às 23:02

    Oi queridissima.
    Nossa, que foto é essa na cachoeira? Ela sempre esteve aqui? Putis, e eu nâo vi….linda, linda de ter ataque!!
    Olha, chegou aqui “O visitante”, The visitor…to louca pra ver. E tambem Ensaio sobre a cegueira e o Abrazos Rotos, o novo do Almodovar…que ansiedade, quero ver todos e mais A dúvida, Vicky e A troca….
    Putis, quero passar uma semana só vendo filminho….

    Beijos enormes.

  72. 22 de março de 2009 às 0:39

    Adoro conversar sobre produção, direção, elenco e, claro, roteiro de filmes. Li uma crítica sua hoje, e me animei a procurar filmes marcantes. Quando minha mãe era viva, dividia com ela o amor pela sétima arte. Nunca fui tão fera no assunto quanto minha mãe, que, por ter sido jornalista, sabia desenvolver seus idéias e avaliações com contagiante emoção. Quando tiver mais tempo sobrando (infelizmente, é o que menos eu tenho), acessarei seu site. Obrigada pela atenção. Jaqueline (carioca residente em Campo Grande/MS).

  73. José Carlos Dias
    29 de março de 2009 às 20:33

    Alessandra vou ainda está na Espanha?, se estiver vou te pedir um favor ou melhor dar uma sugestão , gostaria que você assistisse ao novo filme do Almodóvar (do qual sou fã) ¨Los Abrazos Rotos, e nos desse o seu parecer, pois já li muitas criticas contra e poucas a favor.
    Um grande abraço.

  74. 6 de abril de 2009 às 22:27

    Oi Daniel R!

    Nossa, que bela surpresa a minha quando soube que vocês tinham gostado do meu blog e, ainda por cima, colocado ele no blogroll do Pensotopia. Que honra! Muito obrigada.

    Espero que a indicação de vocês para o prêmio e o fato de ter colocado o Pensotopia na minha lista de blogs também levem leitores daqui para lá…😉

    Pois é… eu sei que o nome do site é muito grande. Mas, não consegui pensar em nada melhor, quando fui criá-lo, e acabou ficando isso mesmo. hehehehehehehehe. Sempre que der, eu vou dar uma olhadela lá no blog de vocês… sou uma fã(nática) por cinema, mas gosto muito de RPG e de games inteligentes. E vocês são feras em comentar estes assuntos.

    Obrigada, novamente, por incluir meu humilde blog nas indicações de vocês. E muito obrigada por tua(s) visita(s) e por teus comentários.

    Um abração – e volte sempre!

  75. 6 de abril de 2009 às 23:08

    Oi Van!!

    hahahahahahhahahaha. Você me fez rir com teu comentário… não, a foto da cachoeira não estava aqui desde sempre. Tinha outra – tirada em um dia de sol no Parque El Retiro – aqui antes, mas resolvi mudar. E não quero deixar para sempre esta da cachoeira não… sabe cumé, tem que dar uma mudadinha volta e meia. Aliás, nem sei como estou conseguindo ficar tanto tempo com o design do blog deste jeito.😉

    E aí, passaste aquela semana vendo filmes? Conseguiste ver todos aqueles? Os Abrazos Rotos quero ver logo mais… o Blindness eu fui deixando, deixando… e agora acho até que perdi o momento de vê-lo. No futuro, quem sabe.

    Beijos enormes também. E até breve…

  76. 7 de abril de 2009 às 0:00

    Oi Jaqueline!!

    Primeiramente, seja muito bem-vinda por aqui. Se você gosta de conversar sobre “produção, direção, elenco e, claro, roteiro de filmes”, estás no lugar certo.😉

    Acredito que eu e todos os leitores deste blog compartilham com você este (bom) gosto. Então sinta-se em casa! Falando nisso, obrigada por tua visita e pelo teu comentário, mas realmente desejo que eles se repitam várias vezes ainda.

    Que bacana a história da tua mãe… se tiver textos dela acessíveis pela internet, comentas por aqui. Gostaria de lê-los. Eu também sou jornalista mas, sempre digo, antes disso, me defino como uma apaixonada por cinema.

    Espero que você volte mesmo mais vezes, inclusive para dar tuas impressões sobre os filmes.

    Um grande abraço!

  77. 7 de abril de 2009 às 11:41

    Oi José Carlos!!

    Pois então… acho que falei isso antes em algum comentário – que, claro, não éres obrigado a ler todos -, mas falo outra vez sem problemas: não estou mais na Espanha. Voltei para o Brasil no final de 2008.

    Ainda assim, vou pedir para alguns amigos de lá me ajudarem a ver Los Abrazos Rotos. Coloquei ele na minha listinha aqui… logo logo vou falar dele. Grande lembrança a sua – eu tinha ele anotado para ver no futuro, mas agora acho que já é possível, então vou atrás. Obrigada por me lembrar!

    Um grande abraço e inté!

  78. Diego Guimarães
    13 de abril de 2009 às 20:16

    Linda, inteligentíssima e ainda gosta de filmes de ação…
    Isso é que é mulher!!!

  79. 15 de abril de 2009 às 21:26

    Oi Diego!!

    Nossa, estás falando de mim?😀
    Fiquei até sem graça… afinal, não são todos os dias que eu leio uma série de elogios desta categoria… quem dera que todos pensassem como você.😉

    Mas vem cá, o que lhe motivou um comentário tão animador?
    Que filme de ação eu vi, comentei por aqui e ao qual você provavelmente adorou?

    Um grande abraço, obrigada por tua visita e pelo teu comentário tão animador. Volte mais vezes!

  80. Denis
    31 de maio de 2009 às 22:25

    Vivendo no exterior sempre tenho dificuldades de saber como entitulam os filmes estrangeiros no Brasil a fim de indica-los para os amigos. Bati neste seu blog e senti falta de uma lista dos filmes que voce enderecou. Gostaria de ver tal lista. Como nao tenho muito tempo livre, oportunamente vasculharei os links que voce colocou aqui em busca das traducoes de titulos de filmes estrangeiros para o mercado brasileiro.

  81. l3on
    1 de junho de 2009 às 0:25

    Sou fã dessa arte tão lírica que é o cinema e – lógico – do seu site, acho as críticas boas e bem sensatas; (só achei meio complicado entender, para alguém que vê pela primeira vez, a crítica toda. As vezes sinto que elas dispersam um pouco) isso sem falar nos filmes muito bem selecionados.

    Um abraço, Léo.

  82. 4 de junho de 2009 às 2:42

    Olá, gostei muito do seu blog, porque cinema nunca é demais. Gostei também da postura em escrever textos longos. Tenho um blog onde também escrevo textos longos (algusn sobre cinema também) e acho deplorável essa cultura reducionista de “escrever pouco para ler rápido e fácil”. A informação deve ser relevante, facilidade ou dificuldade são outros termos . . .

    bjs e boa sorte. Volterei com certeza!

  83. 4 de junho de 2009 às 23:39

    Oi Denis!!

    Primeiramente, seja muito bem-vindo por aqui.

    Olha, uma maneira de você encontrar o título em português que você deseja é fazer uma busca no blog. Logo no início de cada página, no canto superior direito do site, você encontra a ferramenta “Search”. Digitando ali o título original do filme, aparecerá o texto correspondente – se eu escrevi sobre ele, é claro.

    Outra maneira também de dar uma olhada em tudo que eu já publiquei é selecionar uma categoria na parte de “categorias do blog” e, assim, acessar os títulos que já foram comentados.

    Agora, se para ti essas duas saídas continuam sendo muito complicadas, eu posso providenciar uma lista dos filmes que eu comentei no blog até agora e te mando por e-mail. Você decide.

    Um abraço e volte mais vezes!

  84. 4 de junho de 2009 às 23:47

    Olá Léo (l3on)!!!

    Primeiramente, seja muito bem-vindo por aqui. Fico feliz que tenhas publicado um comentário – parece que acompanhas o blog há algum tempo, mas só agora tirastes tempo para escrever, hein? Bacana.🙂

    Fico feliz também que tu tens gostado do blog. Eu faço o que posso… e concordo contigo que algumas vezes me “disperso” nos devaneios. Mas acho que esta características está explicada no título do site, crítica “non(sense)”, não é mesmo? hehehehehehe. Algumas vezes elas tem mais sentido e, quem sabe, até são sensíveis. Outras elas simplesmente são deslocadas no tempo e sem sentido. Ou quase. Mas isso faz parte.

    Agora, achas complicado como os textos estão sendo escritos? Digo, em relação a dinâmica de “introdução + a história + voltando à crítica e etc.”? Se achas complicado, vou rever meus conceitos…

    Um grande abraço e volte sempre! Inclusive para falar dos filmes que assististe.

    • 12 de agosto de 2009 às 4:25

      Olá!

      Desculpe a demora na resposta, eu havia perdido meus favoritos pro um problema no computador.

      Não acho a estrutura dos textos ruim. Acho bem hierarquizados e cadenciados. Só o que me chamou a atenção é (por muitas vezes) ter que buscar a nota que você atribui à obra no meio do texto. Depois de algumas leituras, após considerar suas avaliações como boas, com certeza alguns leitores (eu incluído) já buscam a “posição no ranking” até antes de ler as análises, para saber em que terreno estarão navegando. Fora isso, tudo tranquilo.

      bjs e sucesso!

      • Daniel R
        12 de agosto de 2009 às 4:58

        Nossa, é verdade! Eu mesmo só vou atrás dos filmes se a nota da Alessandra for boa, porque tudo que foi bem cotado por ela aqui eu vi e valeu a pena!

    • LeossuR
      2 de abril de 2015 às 0:22

      Ei chica!! Muito bom ver que você continua mantendo o bom trabalho. Há anos que não entrava nessa conta do WordPress, e to contente de poder reencontrar seu trabalho – que agora sim, volto a acompanhar.

      Baci!

  85. 4 de junho de 2009 às 23:57

    Oi Leo Mendes!!

    Antes de mais nada, seja muito bem-vindo por aqui!!

    Olha que legal… quer dizer que você também é um “talibã” das palavras? hehehehehehe. Algumas vezes eu acho que nossa postura de “nadar contra” o coro dos felizes da mídia, ou seja, dos que defendem textos curtos e “ligeiros”, é algo meio terrorista. No bom sentido, é claro.😉

    Bom encontrar um parceiro neste sentido. Dei uma espiada no teu blog mas, outro dia, com mais tempo, quero passar umas horinhas ali lendo o que tens escrito. Sorte com teu trabalho!

    Agora, tens razão de que “cinema nunca é demais”. E blogs também, não é mesmo? Porque existem tantos filmes mundo afora e tantos blogs a respeito… que se alguém quiser ver/ler tudo, está ferrado. É impossível. Mas fico feliz se você gostou do que viu por aqui. Espero que voltes mais vezes – inclusive para falar sobre os filmes que você andou assistindo.

    Um grande abraço e beijos!

  86. 12 de junho de 2009 às 5:11

    Olá Alessandra!
    Achei seu blog por acaso e adorei! É super difícil encontrar um espaço sobre críticas cinematográfica com conteúdo tão interessante como o seu. Achei muito interessante o que vc escreveu sobre o “antiprêmio” dado a Lars von Trier. Assistí ao trailer e de fato, fiquei super interessada em assistir a obra completa. Um total absurdo o que aconteceu em Cannes esse ano. Enfim, parabéns pelo blog e voltarei mais vezes!
    Bjs!

  87. Hugo
    13 de junho de 2009 às 13:42

    Alessandra,

    Descobri seu BLOG hoje por meio de uma pesquisa no google. Apaixonante! Gostei dos textos e da forma como você discute os filmes. A partir de agora serei assíduo frequentador. Abraços!

  88. 17 de junho de 2009 às 23:49

    Olá Alessandra, minha xará!

    Que bom que você encontrou este blog e gostou do que leu… e quero mesmo ver se cumpres a tua promessa e voltas por aqui mais vezes.

    Estou bem curiosa para assistir a Antichrist… gosto do Lars von Trier. E mesmo que ele tenha feito um filme ruim – o que duvido -, volto a dizer: lamentável o que fizeram com ele no Festival de Cannes. Nenhum festival, muito menos o francês, deve condenar um filme ou dizer que ele é “contra-indicado”. Onde já se viu? Então que eles não selecionassem o filme para o festival… isso sim.

    Mas deixa, o importante é que a gente vai assistir este filme, não é mesmo? E logo que eu fizer isso, venho aqui escrever a respeito.

    Alê, seja bem-vinda por aqui. Um grande abraço, beijos e até a próxima!

  89. 18 de junho de 2009 às 1:10

    Olá Hugo!!

    Antes de mais nada, sinta-se muito bem-vindo por aqui!

    Fico feliz que tenhas encontrado este meu humilde blog e que tenhas gostado do que encontraste. Sempre me alegro com estes bons encontros.

    E espero mesmo que voltes por aqui mais vezes, inclusive para comentar sobre os filmes que você tenha visto e que eu tenha comentado por aqui.

    Um grande abraço e até breve!

  90. 14 de agosto de 2009 às 15:56

    Oi Leo!!

    Não se preocupe em demorar para responder… afinal, eu sou a primeira a fazer destas. hehehehehehehehe
    O que importa é responder, não necessariamente ser rápido no gatilho.

    Entendo o que comentaste sobre a nota estar no meio dos textos… realmente, para quem quer saber a nota e não quer ler o restante do texto – para não estragar possíveis surpresas – talvez a nota esteja muito “perdida” lá no meio. Mas com o tempo, talvez, vás “pegando o jeito”, porque a ordem dos fatores é sempre a mesma… faço uma introdução, resumo “a história” do filme, sigo com a crítica, dou a nota, faço outras observações e, finalmente, escrevo a conclusão da crítica. Já fiz o teste como uma leitora que só quer ler a introdução, a história, a nota e a conclusão e deu certo… por enquanto, vou deixando assim. Mas, se a fórmula não funcionar bem, posso alterá-la.😉

    Engraçado isso de fazer um “ranking” mental com as notas que eu vou dando. Olha, para ser franca, se eu fosse justa com os filmes que assisti neste tempo em que tenho o blog, eu deveria revisar todas as notas. Provavelmente 80% delas seriam alteradas. Digo isso porque a nota que dou tem a ver com o filme, claro, mas também com o momento que eu estava vivendo, minhas expectativas e, principalmente, com os filmes que eu assisti recentemente. Ou seja, se assisto hoje um filme muito bom depois de uma sequencia de filmes ruinzinhos, provavelmente ele receberá uma nota maior do que se eu viesse de uma sequencia de filmes muito bons. Parece confuso, mas acho que é por aí que a minha lógica funciona. Então até as notas dos filmes tem que ser “contextualizadas” com o histórico do blog. Coisa que acho que ninguém, exceto euzinha, faz. hehehehehehehe

    Mas fico feliz que voltaste a colocar o blog entre os teus favoritos e que vais continuar acompanhando este espaço. Obrigada!

    Um grande abraço e inté!

  91. 14 de agosto de 2009 às 15:58

    Oi Daniel!!

    Nossa, que responsa a minha, hein?? heheheheehheheheh

    Obrigada. Fico feliz que todos os filmes que eu indiquei com notas boas tenham te agradado.

    Um abração e apareça sempre!

  92. Douglas
    20 de agosto de 2009 às 11:13

    Oi Alessandra, cheguei aqui pelo Google, depois de ter visto Grey Gardens. Geralmente costumo ler críticas depois de ver algum filme porque penso que a crítica traduz o que eu penso do filme. E foi o caso quando li aqui o que vc escreveu. Gostei bastante. Ja até guardei seu link.

    Concordo com o que vc disse no seu about sobre o tamanho do texto. Muito legal mesmo. Voltarei aqui sempre.

    Beijo!

  93. 24 de agosto de 2009 às 21:22

    Olá Douglas!!

    Antes de mais nada, seja muito bem-vindo por aqui!

    Fico feliz que tenhas gostado do blog, assim como do texto de Grey Gardens.

    Eu faço como você, só vou atrás de informações sobre os filmes depois de tê-los visto – não gosto de ser muito influenciada antes de assistí-los. Também tenho uma mania: primeiro vou escrevendo minhas impressões sobre o que eu vi e, só depois, pesquiso a respeito e começo ler outras críticas.

    Olha, espero mesmo que voltes por aqui mais vezes, inclusive para falar de outros filmes que tenhas assistido.

    Um abraço e um beijo!

  94. Naava Bassi
    7 de setembro de 2009 às 4:50

    Alessandra
    Assisti o filme e fiquei com a questão da moral e da consciência na cabeça. Querendo compartilhar fui em busca de algumas críticas, li várias e não fiquei satisfeita com nenhuma.
    Você analisou o filme com bastante profundidade, compreensão e crítica. Levantou muitos e muitos aspectos importantes.
    Sua linguagem é muito clara e sua análise inclui conteúdo, trabalho dos atores, texto escolhido, direção, fotografia, enfim completo.
    Daqui para frente, já anotei onde encontrá-la e venho direto ler sobre suas reflexões sobre os filmes assitidos.Você não é superficial, vai fundo sem preconceitos e projeções pessoais. Analisa, fundamenta e conclui.
    Parabéns foi a melhor crítica que eu li.
    Não sei se porque vi o filme em DVD achei-o um pouco escuro, tendo que fazer um esforço para ver algumas cenas do filme.
    Que bom que encontrei uma crítica como você, que ampliou meus horizontes.
    Obrigada, Alessandra Ogeda ou Alessandra Hernandez da Costa
    Até a próxima

  95. 8 de setembro de 2009 às 18:39

    Olá Naava!!

    Puxa, que recado mais bacana. Muito obrigada! São por comentários como o teu que me sinto incentivada a continuar com o blog.

    Agora, juro que você me deixou super mega curiosa… comentas que buscando críticas sobre um determinado filme é que chegaste por aqui. Mas não falas de que filme se trata… qual era? Fiquei curiosíssima (até para poder te responder se ele é naturalmente meio escuro demais mesmo)!

    De qualquer forma, fico muito feliz que tenhas gostado do texto deste filme e que ele tenha te trazido até aqui. Será ótimo ter você por aqui sempre, seja visitando ou comentando… quero que te sintas bem-vinda para deixar tuas opiniões e trocar idéias.

    E meu objetivo é exatamente esse… refletir sobre os filmes, trazendo informações sem preconceito. Acho que resumiste bem a minha “linha editorial”.😉 Obrigada.

    Um grande abraço, Naava, e até a próxima. Ah, e podes me chamar de Alessandra ou Ale… assim fica mais fácil para ti. hehehehe. Inté.

  96. Daniel R
    9 de setembro de 2009 às 17:02

    Alê, quero te convidar pra dar uma olhada nessa resenha que acabei de fazer sobre um filme independente que vale mesmo a pena ver. Gostaria muito de que você assistisse o mesmo e escrevesse algo sobre ele – nada me agradaria mais em saber a sua opinião! =D

  97. Lucio
    11 de setembro de 2009 às 9:28

    Alessandra, parabéns pelo site, tou adorando as criticas, virei leitor! Os sites de criticas de cinema que conheço deixam muito a desejar, na minha opiniao, e o seu surpreendeu.
    Tou intrigado pra saber por que ainda nao se acham criticas do “anti-cristo” pela net, e esperarei curiosamente pela sua critica a esse filme, será que rola logo? :] eu já vi e gostei muito.

    até!

  98. libidinagens
    13 de setembro de 2009 às 20:31

    oi moça!

    Gostei do blogue e do conteúdo. Estou linkando.
    Abraços
    Márcio

  99. 16 de setembro de 2009 às 15:26

    Oi Daniel!!

    Estou super curiosa para ler o teu texto sobre este filme independente que comentaste, mas não consegui acessar o teu site. Acho que o endereço que tens cadastrado foi desativado. Divulgue aqui o teu site novo – até para que eu possa colocá-lo entre os meus favoritos.

    Daí sim, poderei ler o teu texto e anotar o filme que comentaste para que eu o veja logo mais…

    Um abração!

  100. 16 de setembro de 2009 às 15:29

    Oi Lucio!!

    Obrigada. Fico feliz que tenhas gostado do blog. Aliás, seja bem-vindo por aqui. Espero que esta tua primeira visita se repita muitas vezes ainda.

    Antichrist eu queria ter assistido há duas semanas, mas não consegui. Mas logo logo verás uma crítica dele por aqui. Quem sabe hoje não consigo assistí-lo? Esta semana, possivelmente, eu conseguirei produzir um texto sobre ele.

    Espero, depois que publicar dita crítica, voltes por aqui para deixar teus comentários. Um grande abraço, obrigada por tua visita e comentário e volte mais vezes.

  101. 16 de setembro de 2009 às 16:52

    Oi Márcio!!

    Puxa, fico muito feliz que tenhas gostado do blog a ponto de linká-lo. Obrigada!!

    E obrigada também por tua visita e pelo teu comentário. Volte muitas vezes ainda, ok?

    Um grande abraço!

  102. frederico folhas
    16 de setembro de 2009 às 18:25

    ola🙂

    muitos parabéns pelo blog, costumo visita para ver as criticas dos filmes postados.
    Sou português mas gosto de todo tipo de cinema e descobri alguns filmes que não conhecia muito bons.

    Mais uma vez parabéns e obrigado pela partilha de opinião.

    Cumprimentos,

    Frederico

    (continue com as criticas e partilhe novidades do cinema sul americano e do brasileiro em particular😉 )

  103. 17 de setembro de 2009 às 0:10

    Oi Ale!

    Bem, o site que está registrado agora aqui é o PARAGONS, que é meu novo projeto junto a amigos. O foco principal é o RPG, mas como você poderá ver se der uma deslizada com um pouquinho de paciência pelo site, falamos de literatura, um pouco de cinema, e de outros assuntos diversos. Qualquer coisa, sirva-se de tags e das categorias pra filtrar conteúdo.

    Para achar o site é facílimo, é o primeiro resultado do Google com esse nome. E só não posto o endereço direto para o post porque pode ser que este comentário caia nos spams, mas ele está na segunda página e você vai achar mais facilmente ainda.

    Ainda bem que se interessou, pra mim você se tornou praticamente uma autoridade no assunto, a primeira crítica de cinema que eu não discordo quase nunca! =D

    Grande abraço!

  104. 1 de outubro de 2009 às 16:17

    Parabéns….adorei tuas críticas e comentários….e gostei de saber que concordo contigo em muitos filmes que ja assisti…principalmente o Solista…grande filme….tenho um blog de divulgação cultural e politica(informativo),gostaria de saber se posso te linkar por lá…Um abraço….

  105. 5 de outubro de 2009 às 14:17

    Olá Frederico!!

    Obrigada! Fico feliz que tenhas gostado do blog. Para mim, é um prazer ter um leitor português entre as pessoas que acompanham meus textos.

    Como você, também gosto de todos os tipos de filmes. Na diversidade é que encontramos verdadeiras preciosidades, não é mesmo?

    Tenho uma dívida com o cinema brasileiro… admito que tenho assistido poucos filmes nacionais. Mas quero, em breve, começar a colocar em dia a vasta lista de filmes brasileiros que eu queria assistir. De qualquer forma, continuarei também com o cinema latino, dos outros países da América do Sul, e assistindo de tudo um pouco.

    Será um prazer ter você como leitor. Um grande abraço, seja bem-vindo e volte sempre!

  106. 5 de outubro de 2009 às 14:20

    Oi Dan!!!

    Pois sim, antes mesmo de publicares este teu último comentário por aqui, eu já tinha me metido no Google para encontrar o teu site. Bem bacana ele, viu? Curti.

    Por falta de tempo, por hora, ainda não vou deixar recados por lá… mas logo que puder, pode deixar que vou deixar minha carinha por ali. hehehehehehehe

    Fico feliz, de verdade, pelo fato de que tens acompanhado o blog e que gostes dos meus textos. Esse é um incentivo para mim importante. Na verdade, se eu fosse racional e pensasse no tempo que levo para deixar o blog atualizado, eu pararia com ele por um bom período. Tipo um ano ou coisa do gênero. Mas não tenho coragem de fazer isso, especialmente por causa de leitores fiéis como você.

    Um grande abraço e inté!

  107. 5 de outubro de 2009 às 16:57

    Olá Gerson!!

    Obrigada. Fico feliz também que tenhas gostado dos textos e do blog. E sim, O Solista é um grande filme. Merece ser visto e ser indicado.

    Visitei rapidamente o teu blog. Sorte com ele, viu? E claro que podes linkar o meu blog por lá. Ficarei feliz com isto.

    Um grande abraço e volte mais vezes! Seja bem-vindo por aqui.

  108. 6 de outubro de 2009 às 12:20

    Gostei de vc.
    Quando vier para o festival de Brasília, me comunique.

    Bj.

  109. José William
    13 de outubro de 2009 às 0:41

    Alessandra acabei de assistir ao filme Grey Gardens e o filme me emocionou de uma forma única.Busquei na net mais informações sobre a produção e me deparei com seu blog, lendo seu texto me emocionei mais uma vez.Parabéns pela iniciativa e pelo talento.

  110. 3 de novembro de 2009 às 12:37

    Olá Lopesjr!!

    Antes de mais nada, seja bem-vindo por aqui.

    Vou entender, pelo teu comentário, que gostaste do conteúdo do blog, certo?😉
    Fico feliz com isto. E pode deixar que, quando eu for para o festival de Brasília, dou um toque para os leitores do blog pelo Pílulas Vermelhas. Mas, por enquanto, não tenho previsão de ir para a capital federal.

    De qualquer forma, espero que você apareça por aqui mais vezes, inclusive para comentar sobre filmes que possas ter assistido e gostado.

    Um grande abraço e até a próxima.

  111. 3 de novembro de 2009 às 13:11

    Olá José William!!

    Genial Grey Gardens, não é mesmo? Um grande filme, com uma grande história e um elenco de tirar o chapéu. Fico feliz que tenhas assistido ao filme e se emocionado. Acho que ele merece ser visto com a alma plena e aberta, realmente.

    Também fico muito feliz e lisonjeada que tenhas gostado do blog e da crítica que eu produzi para o filme. Obrigada.

    Agora, espero que esta tua primeira visita seja apenas a primeira de muitas. Voltes mais vezes, inclusive para comentar de outros filmes, ok?

    Um grande abraço!

  112. 23 de novembro de 2009 às 3:02

    AMO o seu blog. MUITO MESMO. Até porque temos gostos parecidos!

  113. 28 de novembro de 2009 às 11:40

    Olá Patricia!!!

    Nossa, que legal receber um recado como um seu!

    Tenha certeza que é um grande incentivo para mim. E fico até vermelha em saber que alguém “ama muito” o meu blog. Que fofa! Muito obrigada.😉

    Agora, espero que você apareça por aqui mais vezes. Inclusive para comentar sobre filmes que tenhas gostado ou para dar dicas de alguma produção que eu não tenha comentado ainda.

    Um grande abraço e volte sempre!

  114. Ñunez
    17 de dezembro de 2009 às 3:36

    Suas críticas simplesmente se destacam no mar de informações da internet… Ao acompanhar seu blog, tenho a certeza que devemos selecionar e exigir muito mais do conteúdo e qualidade das informações e análises que nos são oferecidas nas mais diversas mídias.
    Parabéns, e posso dizer que lhe “invejo” por você além de ser muito capaz, ter colocado em prática o sonho de todo cinéfilo.

    Apenas siga o que já faz, que continuará sendo um presente à quem lhe acompanha!

    Obrigado…

  115. José Carlos Dias
    20 de dezembro de 2009 às 11:20

    Alessandra
    Como leitor assiduo de seu blog, estou na maior expectativa para ler sua critica sobre o filme “Avatar’, o novo hit do povo e da midia, não demore muito para assisti-lo, ok!, um abração.

  116. 24 de dezembro de 2009 às 3:04

    Querida Alessandra( desculpe a intimidade):
    Adorei tudo que li no seu Blog, parabéns…quem me dera eu tivesse um texto tão bom e claro. Achei o blog muito organizadoe coerente. Desejo muito sucesso e vou sempre ler os seus comentários…paz , sucesso e luz!!!!!

  117. Joselice Freitas
    28 de dezembro de 2009 às 22:08

    Olá Alessandra,

    Acabei de conhecer seu blog após assistir “Max Manus”. Costumo pesquisar no google, um pouco mais do que vi no filme, quando a história é baseada em fatos reais e acabei me deparando com sua crítica, o que achei muito bem elaborada. Você redige muito bem, com um texto rico em vocábulos e concepções, e o faz com uma naturalidade típica de quem realmente sabe e domina o que está fazendo. Além disso emite uma opinião própria, sem intenção de agradar a gregos ou troianos.
    Parabéns, visitarei seu blog muitas vezes, pois também sou cinéfila.

    Um abraço e Feliz 2010!

  118. 4 de janeiro de 2010 às 18:13

    Olá Ñunez!!

    Nossa, quantos elogios.😉

    Fico feliz que tenhas gostado do blog, mas não sei se tenho tanto talento quanto o que você comenta… tento sim escrever os textos buscando conteúdo e contextualizando os filmes. Se assim o que eu escrevo é sinônimo de qualidade para você, ótimo.

    Espero que voltes por aqui muitas vezes ainda, inclusive para falar dos filmes que vou comentando – ou que já tenha comentado.

    Um grande abraço e obrigada por teu incentivo.

  119. 4 de janeiro de 2010 às 18:34

    Olá José Carlos!!

    Obrigada por ser um leitor assíduo. Me sinto honrada!

    Olha, estou louca para assistir a Avatar. Ele está na minha lista de “para logo” desde que estrou por aqui… mas infelizmente na cidade em que estou morando não há cinemas 3D. E nem em cidades próximas. Então estou aguardando uma viagem para uma cidade “maior” para que eu possa assistí-lo como Deus manda, ou seja, em uma sala 3D.

    Pode deixar que ele está na minha lista…😉

    Um abração!

  120. 4 de janeiro de 2010 às 18:57

    Olá Marcos!!

    Pode ser íntimo, viu? Acho bacana…😉

    Puxa, fico muito feliz em saber que o meu blog tenha te agradado tanto. Agora quero ver você cumprir a promessa e aparecer por aqui sempre – inclusive deixando comentários sobre os filmes, viu?

    Coerência é um dos meus objetivos principais… se estou conseguindo isso, me dou por satisfeita.

    Obrigada por teus desejos super bacanas. Em triplo, pelo menos, para ti. Sucesso, luz, paz e um excelente 2010 (recheado de ótimos filmes).

    Um grande abraço!

  121. 4 de janeiro de 2010 às 19:54

    Olá Joselice!!

    Fico muito feliz que tenhas encontrado o blog e, principalmente, gostado dele. Será uma honra tê-la como “frequentadora” deste espaço. Como comentei em outras ocasiões, para mim um dos principais prazeres de escrever estas críticas é poder trocar idéias com as pessoas diretamente, sem nenhum intermediário entre nós.

    Tens razão sobre o fato de que emito minha opinião sem a vontade de agradar a gregos e troianos – até porque eu sei que isso é impossível. E se for para escrever um texto puramente jornalístico, então nem preciso manter um blog, não é mesmo? Gosto de equilibrar informações com opinião, e fico feliz que encontro um bom eco entre as pessoas que gostam deste tipo de textos também.

    Muito obrigada, aliás, por tua visita e por teu comentário – super incentivador, diga-se. Espero que ambos se repitam muitas vezes ainda.

    Um grande abraço e Feliz 2010. Que este ano nos traiga muitos filmes bacanas para assistir e comentar. Até a próxima!

  122. LClarindo
    8 de janeiro de 2010 às 23:49

    Olá Alessandra!
    Parabéns pelo blog! Achei as críticas ótimas, totalmente completas. Também tenho um blog de cinema, o http://www.totalcine.com.br. Seu blog com certeza fará parte das minhas consultas para as críticas. Passarei sempre por aqui!
    LClarindo

  123. 13 de janeiro de 2010 às 16:52

    Gostei do Blog. Estudo Cinema, Publicidade, e Televisao.

    Aqui esta meu site: http://www.marcoaslan.com

    Um abraço,

    Marco

  124. 14 de janeiro de 2010 às 18:52

    Olá, tudo bem? Adorei o teu blog !

    Sou colaborador do site cinedica.com.br e gostaríamos de comentar que no dia 17 de janeiro, as 22 horas, iremos agitar um bate papo em nosso site em função da cerimônia do globo de ouro e gostaríamos muito de contar com a presença de vocês e de seus usuários.
    Nosso site é feito por amantes e para amantes da sétima arte. Somos contra a pirataria e amamos falar sobre cinema.
    Dia 17 é um dia especial pois a cerimônia será mostrada ao vivo via canal TNT e não existe um lugar onde quem curte essa premiação possa debater via mensagens, os acontecimentos, ao vivo, que se seguem.
    Gostaríamos de saber se você pode nos ajudar com a divulgação desta nossa iniciativa.
    Nós rodamos a internet para encontrar sites interessantes e que fazem parte de nossa filosofia.
    Você pode conhecer um pouco desta idéia pelo link: http://www.cinedica.com.br/filmes/cinefest.php
    Desde já agradecemos e aguardamos uma resposta.

    Atenciosamente, equipe CineDica.

  125. 15 de janeiro de 2010 às 23:46

    Olá LClarindo!!

    Bacana. Fico feliz que tenhas gostado do blog. Dei uma rápida passada pelo seu, me pareceu interessante porque ele é especializado, por assim dizer, em dicas rápidas sobre cinema, não? É sempre bom ter outra fonte de informação neste sentido.

    Sorte com o teu projeto, viu?

    E quero ver mesmo apareceres por aqui mais vezes. Aproveita, nas próximas visitas, para dar tua opinião sobre alguns filmes. Como eu disse lá encima, essa troca de idéias sobre cinema é um dos motivos principais para este espaço existir.

    Um grande abraço e obrigada por tua visita e comentário.

  126. 16 de janeiro de 2010 às 0:10

    Oi Marco!!

    Que bom que você gostou do blog. E não perdeste a oportunidade de divulgar o teu, hein? Mas tudo certo… calhou de estares acompanhado de duas outras pessoas que fizeram o mesmo e na sequência.

    Como este é um espaço democrático, sem problemas a divulgação de outros sites/blogs. Afinal, cada um tem seu estilo e seu público. Sorte com teu projeto, viu? E apareça aqui mais vezes – inclusive para, nas próximas, falares dos filmes e dos textos que publico por aqui.

    Abraços!

    • 16 de janeiro de 2010 às 1:00

      Ola Alessandra,

      Bom, eu teria adorado que vc tivesse visto os meus filmes, ja que estudo Cinema e audiovisual. Eu gostei mesmo do blog, ou eu nao teria colocado o meu site junto com o comentario. Um Abraço,

  127. 16 de janeiro de 2010 às 0:58

    Oi Raphael!!

    Fico feliz que tenhas gostado do blog.

    Visitei o teu site e achei um projeto interessante – ainda que não tenha conseguido ver boa parte do conteúdo porque ele é de acesso restrito.

    Achei interessante a iniciativa de vocês a respeito do Globo de Ouro. Eu pensava em fazer comentários sobre a premiação no domingo à noite pelo Twitter e/ou pelo blog (com eu fiz ano passado com o Oscar). Mas podemos conversar sobre a minha participação no projeto de vocês – vou te mandar um e-mail em seguida. Aliás, editei o teu comentário apenas para não expor os e-mails que havias divulgado para todos (acho que assim diminui o risco de vocês receberem alguns SPAMs).

    De qualquer forma, comento contigo que certamente estarei comentando e debatendo, com quem tiver interesse, provavelmente pelo Twitter. Bem, falamos mais a respeito por e-mail.

    Obrigada por tua visita e pelo convite. E volte mais vezes, viu? Inclusive para trocar idéias sobre os filmes comentados aqui no blog.

    Abraços!!

  128. 16 de janeiro de 2010 às 1:06

    Oi Marco!!

    Desculpe se me expressei mal. Entendi sim que gostaste do blog. Só achei engraçado que os últimos três comentários desta página divulgavam sites de seus autores. Foi apenas uma coincidência que eu quis comentar.

    Não vi o teu trabalho ainda por pura falta de tempo. Mas vou dar uma navegada no teu site com mais tempo outro dia, pode ter certeza. E daí deixo comentários por lá, ok?

    Um abraço e volte sempre.

    • 16 de janeiro de 2010 às 1:09

      Sem problemas! Espero que goste do meu trabalho. Abs!

  129. Silvio Doria
    22 de janeiro de 2010 às 21:38

    Gostei muito do blog, é o único site que vejo quando quero uma boa indicação para um filme.
    PS: The Lovely Bones de todos os filmes que vi ate agora é, sem duvida, um dos melhores. Gostaria de ver uma resenha dele aqui.

  130. 26 de janeiro de 2010 às 16:41

    Ola Alessandra,
    achei muito bacana o blog ! Lembro que na minha infancia, eu e meu irmão ganhamos uma revistinha com uns 500 filmes com resenha do Rubens Ewald Filho. Sim, parece um presente estranho e pouco atrativo para crianças (eu tinha uns 10 anos, ele 15), mas é certo que para nós era muito divertido, ler as sinopses e depois comparar com os pitacos do ‘expert”. Ainda hoje, eu e meu irmão lembramos de alguns comentarios do Sr.Ewald : ” arnold schwarzenegger é péssimo ator, mas como androide assassino e com apenas uma expressao facial, está perfeito!” – comentario sobre O exterminador do futuro, parte1. hehehe…
    Não sei se cabe dentro dos seus planejamentos, mas uma coisa legal na minha visao, seria vc fazer uma palhinha de filmes indicados pelos seus leitores.
    Eu mesmo, ja comecaria indicando um filme pouco/nada divulgado aqui no Brasil : O Almirante Kolchak (The Admiral). Um filme sobre o heroico patriota russo, almirante Alexander Kolchak, lider das forças contra revolucionarias russas , durante a guerra civil naquele país (que mal fadadamente acabou com a vitoria dos Bolcheviques, e com a escravidao dos russos aos horrores sem fim do comunismo.)
    Pense na possibilidade !
    : )
    Meu abraço e os parabens pelo otimo blog !

  131. Sónia
    12 de fevereiro de 2010 às 15:58

    Olá Alessandra!

    Acompanho o teu blog há uns tempos e quero dizer-te que é sempre um prazer lê-lo. Exprimes-te maravilhosamente. Li também excertos do teu blog pessoal e que pena não lhe teres dado continuidade. Muitas felicidades e boas críticas (nós agradecemos)!

    Sónia

  132. 19 de fevereiro de 2010 às 13:03

    Sonia, soube que você também está concorrendo ao prêmio The Best of Blogs da Deutsche Welle, na verdade até deixei um rating por lá para o seu blog (cinco estrelas é claro!). É um grande prazer ler as suas postagens que comprovam que os blogs não precisam ser meros repetidores da mídia, mas sim opinar e orientar o pública na ótica de uma avaliação pessoal. Parabéns pelo seu excelente blog!

  133. 19 de fevereiro de 2010 às 13:05

    Desculpe Alessandra, troquei o seu nome por Sonia🙂

    Não importa, o comentário é o mesmo!

  134. 19 de fevereiro de 2010 às 15:12

    Olá Silvio!!

    Puxa, muito obrigada por tua confiança. Não sei se mereço tanto crédito…😉

    Anotei a tua sugestão. Na verdade, pensava em assistir The Lovely Bones desde que ele foi indicado ao Globo de Ouro, mas fui adiando essa experiência. Agora coloquei ele na lista de sugestões e prometo publicar uma crítica a respeito logo que possível.

    Muito obrigada por teu comentário, incentivo e visita. Espero que voltes por aqui muitas vezes, inclusive para falar de filmes que tenhas assistido.

    Um grande abraço!

  135. 19 de fevereiro de 2010 às 16:11

    Olá Marcelo!!

    Fico feliz que tenhas gostado do blog.

    Acho que o cinema é uma vertente da nossa cultural fascinante inclusive para crianças. Lembro que bem jovem – com 7 ou 8 anos – eu já adorava assistir a filmes. Eu poderia ter um blog gigantesco com comentários sobre filmes se tivesse nascido no ano 2000, por exemplo, e mantivesse o hábito, desde bem jovem, em escrever a respeito. hehehehehehe

    Acredito que estejas familiarizado com este blog há pouco tempo, certo? É que eu já mantenho o hábito de comentar sobre filmes sugeridos/citados por meus leitores. Adoro fazer isso, aliás, mas em fase de premiações como a do Oscar, agora, dou uma pausa com estas publicações. Mas pretendo retomá-las em breve. Anotei a tua sugestão e logo que possível farei uma crítica sobre The Admiral. Obrigada pela dica!

    Um grande abraço e até o próximo comentário.

  136. 19 de fevereiro de 2010 às 20:12

    Olá Sónia!!

    Puxa, muito obrigada! Fico feliz com comentários incentivadores como o teu. Eles sempre me dão um ânimo para continuar.

    Pois então, meu blog pessoal está bastante parado. É que passei por uns períodos em que não quis falar muito, se é que você me entende. Mas o cinema, como sempre, foi uma boa terapia naquelas fases. Nunca deixei este blog, mas o outro tive que parar por um tempo. Quero ver se retomo ele devagarinho…

    Felicidades para ti também. E quero ver se apareces mais vezes, inclusive para falar sobre as tuas impressões sobre os filmes que fores assistindo.

    Um grande abraço e inté!

  137. 19 de fevereiro de 2010 às 21:04

    Olá Alexandre!!

    Nossa, foi uma surpresa para mim o teu comentário. Outro dia inscrevi o blog no prêmio da Deutsche Welle mas, francamente, não sabia que ele tinha entrado para a lista dos indicados. Pensei que eu ia receber alguma notificação por e-mail, no caso deles aceitarem a indicação. Realmente fui pega de surpresa.

    Mas é bom saber. Qualquer hora destas vou fazer propaganda sobre isso no PV e pedir para as pessoas darem suas opiniões por lá – se acharem que vale a pena, é claro.

    Muito obrigada por tuas 5 estrelas. Para mim, elas significam muito. Até porque o teu blog tem uma grande qualidade, e um elogio vindo de ti é realmente algo para encher qualquer um de orgulho. Obrigada.😉

    Um grande abraço e muita sorte na votação da DW com o teu blog. Eu votarei nele também.😉 Inté!

  138. José Carlos Dias
    27 de fevereiro de 2010 às 19:25

    Alessandra
    Sua critica sobre Avatar foi muito boa, adorei, só que não daria nota 9, como minha expectativa antes de assisti-lo era muito grande, sai um pouco frustado, tambem achei o filme longo demais, a certa altura começa a ficar cansativo, vou assisti-lo brevemente em São Paulo no sistema IMAX, concordo com você quando diz que neste ano o Oscar está fraco, todo ano faço uma lista e participo de concursos, esse ano nada, meus unicos palpites são para melhor ator coadjuvante (Christoph Waltz) e melhor animação (Up).
    Fico esperando sua critica ao filme Single Man, com o ator Colin Firth (indicado ao Oscar 2010 de Melhor Ator), pois infelizmente por aqui nem sinal de lançamento.

  139. Lia
    7 de março de 2010 às 4:22

    Olá Alessandra!
    Você não escreve bem… você escreve muito bem. Adorei o seu estilo.
    Encontrei o seu blog por mero acaso na net quando fazia buscas sobre o “The White Ribbon” que me deixou perplexa com o final.
    Procurava outros comentários para poder comparar com as minhas conclusões do filme.
    É um filme com conteúdo. Gostei. Por vezes cansa-me ver filmes comerciais e ocos. Este é bem pesado e obriga a nossa massa cinzenta a funcionar.
    Parabéns pelas suas análises e pelo excelente blog que aqui tem.
    Ganhou mais uma leitora.

  140. 10 de março de 2010 às 21:47

    Alessandra, adorei seu blog!

    Muito legal seu blog!
    Continuarei com minhas espetadas, ok?rs!

    Até mais!

  141. 11 de março de 2010 às 17:39

    Melhor blog sobre cinema preferido, de longe! Não só pelo conteúdo, mas também por ter sucesso em alcançar seus objetivos, ou seja, conseguir seguir com fidelidade suas regras. Que aliás, são muito bem boladas. A ideia do blog é muito boa, o conteúdo é ótimo, e é cheio de elogios (merecidos) como o meu.

  142. 12 de março de 2010 às 4:17

    Quando ler “Melhor blog sobre cinema preferido”, leia, por favor: Meu blog sobre cinema preferido. Obrigado, hehe.

  143. 15 de março de 2010 às 19:25

    Olá José Carlos!!

    Fico feliz que tenhas gostado da crítica sobre Avatar 3D. Pois é, sou franca em dizer que eu estava em cima do muro a respeito do filme… então, em outras palavras, estava esperando até um filme pior do que aquele que acabei assistindo.

    Sem dúvidas as expectativas afetam o nosso julgamento. Tu estavas esperando “demais”; eu, por outro lado, “de menos”.😉

    Eu não diria que o Oscar de 2010 foi fraco… claro que não houve uma grande disputa, com filmes fortíssimos como favoritos, mas haviam bons títulos na disputa. Filmes de qualidade, um bocado alternativos, algo bacana para dar uma “oxigenada” em Hollywood. No geral, gostei dos indicados e dos premiados este ano. Bem, descontados alguns deles, como comentei no texto específico sobre o Oscar.

    Também estou ansiosa para assistir A Single Man, mas ainda não consegui ter acesso ao filme. Logo que der, certamente, comento ele por aqui. Pode deixar.😉

    Um grande abraço e inté a próxima!

  144. 16 de março de 2010 às 13:59

    Olá Lia!!

    Puxa, que bacana que você encontrou o blog meio que “sem querer” (é sempre assim, parece…) e que tenhas gostado dos textos.

    Quero que saibas que és muito bem-vinda por aqui.

    Concordo contigo que Das Weisse Band é um filme de conteúdo, conceitual, diferenciado. Apenas por estas características ele já merece ser visto. Sempre é bacana encontrar filmes de diretores “pensantes”, não é mesmo? Aqueles que não se preocupam apenas com o sucesso comercial de suas criações.

    Fico feliz que eu tenha ganhado mais uma leitora. E espero que esta leitora apareça mais vezes, inclusive para falar de outros filmes. Como vais percebendo, conforme vou atualizando o blog, por aqui não tenho preconceitos… assisto a filmes alternativos, a filmes comerciais, alguns menos óbvios e outros bem previsíveis. O importante é assistir de tudo um pouco e recomendar os melhores.

    Um grande abraço e inté a próxima! Obrigada por tua visita e por teu comentário incentivador.

  145. 16 de março de 2010 às 15:11

    Oi Alessandra! Fiz uma citação de um texto seu num artigo que fiz sobre “Amor Sem Escalas” lá no meu blog! Passa lá pra dar uma olhadinha! Meu deus, como sempre, eu fico maravilhado toda vez que entro aqui! Não quero ser rasga-seda mas voce é uma crítica de cinema e tanto!

    Bjos!

  146. 16 de março de 2010 às 15:52

    Olá samyrmoises!!

    Que bom que gostaste do blog. E espero mesmo que voltes por aqui mais vezes.

    Sem problemas em dar espetadas, viu? Afinal, por este ser um espaço democrático, as espetadas fazem parte. O importante é sempre mantermos o diálogo e esclarecermos pontos talvez pouco explicados.😉

    Um abraço e volte sempre!

  147. 16 de março de 2010 às 15:54

    Olá Claudio!!

    Puxa, meu blog virou o seu preferido quando o assunto é cinema? Uau!! Que bacana! Fico super feliz com isso. E espero que eu tenha bala na agulha para continuar tão bem no seu conceito.😉

    Realmente, tento me manter fiel aos meus preceitos… que bom que você entendeu a proposta do blog e gostou dela. “Me alegro”.

    Agora, é fato que tenho a sorte de ter recebido muitos elogios, mas também recebi várias críticas. Mas quer saber? Assim que é bom. Afinal, a unanimidade nunca é um bom sinal. hehehehehe

    Um grande abraço e volte sempre!

  148. Sam
    16 de março de 2010 às 18:06

    Excelente blog, que me foi recomendado pela minha amiga Lia.
    É difícil encontrar boa crítica, independente, e sem as banalidades habituais de quem se acha “especialista”.

    Parabéns, Alessandra!
    Ganhou mais um leitor.

    PS: Desculpe a ousadia, mas sinto que lhe devo sugerir a criação de uma página no Facebook, e actualizações no Tweeter. Com certeza ganharia uma grande legião de fãs em muito pouco tempo.

  149. 17 de março de 2010 às 20:53

    Simplesmente sensacional. Pessoalmente, uma inspiração.

  150. Dario Júnior
    4 de abril de 2010 às 4:48

    Alessandra, estava procurando críticas sobre o filme: Um Homem Bom e encontrei o teu blog, achei o comentário de uma simplicidade… e ao mesmo tempo de uma profundidade… cativante! Sou aquele tipo de espectador que assiste ao filme e fica remoendo as idéias que o mesmo quis passar e tal… como voce, vou juntando partes, fazendo a minha própria edição mental, para me sentir um pouco mais satisfeito com o quase entendimento da obra. Digo quase porque são tantos caminhos… Sou Arte-educador e estarei de agora em diante visitando o teu blog! Parabens!

    • 19 de setembro de 2010 às 3:39

      Oi Dario!!

      Primeiramente, seja bem-vindo!

      Desculpe demorar tanto para responder, mas passei por uns meses de muitas mudanças e correria, mas agora começo a colocar a vida toda – e o blog – em ordem.

      Puxa, fiquei muito feliz com o teu comentário. A ideia para o blog é justamente esta: ser simples e tentar ser um pouco profundo ao mesmo tempo. Nada excepcional, mas uma tentativa de voo, por assim dizer.😉

      A verdade é que gosto muito de cinema e de escrever sobre… então por isso sigo com este espaço.

      Estou contigo. Existem muitas leituras possíveis, e isso é o que faz do cinema – e da arte em geral – algo tão fascinante. A educação também… é algo fascinante porque está em permanente evolução, mudança, reconstrução.

      Fico feliz que tenhas gostado do espaço. E espero mesmo que tenhas passado por aqui mais vezes… que estejas passando, na verdade. Desde já, estás convidado para participar mais vezes, comentando inclusive sobre outras críticas.

      Arte-educador! Que bacana! Sou apaixonada pela arte e pela educação. Parabéns e sucesso para ti!

      Abraços e até mais!

  151. 9 de maio de 2010 às 13:59

    Olá Sam!!

    Nossa, muito obrigada pelos teus comentários tão positivos e incentivadores.

    Sobre algo estás certíssimo: escrevo de forma independente e sem me achar em momento algum uma “especialista”. Sou apenas uma grande curiosa e admiradora da 7Arte, uma jornalista que adora escrever a respeito – mas que nunca vai achar que sabe tudo sobre o tema, até porque isso seria impossível.

    Seja muito bem-vindo por aqui. Fico feliz, também, que tenhas chegado por uma indicação. Sinal que as bobeiras que eu escrevo, algumas vezes, agradam a alguns.😉 Fico contente.

    Volte mais vezes, inclusive para falar de filmes que fores assistindo. Também adoro recomendações.

    Sobre as atualizações através do Twitter e no Facebook, já faço elas… até podes acompanhar o que escrevo no Twitter através da página principal do blog, na coluna da direita – só neste último mês é que andei meio ausente da internet, por isso atualizei pouco. Mas obrigada pelas dicas. Ainda não criei uma página específica para o blog no Facebook… quem sabe em breve?

    Um grande abraço e volte sempre!

  152. 15 de maio de 2010 às 11:02

    Olá Alessandra,
    Acabei de conhecer seu Blog (meu filho que indicou) e estou encantada com a forma e o conteúdo que utiliza para expressar suas idéias. Quem sabe nos conheceremos um dia. Vou acompanhar seu trabalho – pelo menos o desse site- e recomendá-lo as pessoas que amam cinema. Abraço e Boa Sorte!

    • 20 de setembro de 2010 às 1:49

      Oi Milria!

      Nossa, que honra! Ter mãe e filho me acompanhando – e, quem sabe, algum amigo ou amiga dos dois. Que bacana!

      Fico muito feliz que tenhas encontrado aqui textos que te agradaram.

      Quem sabe um dia não nos conhecemos, realmente… aonde você mora? Atualmente estou morando em Florianópolis (SC) e pretendo ficar aqui por um booom tempo. Tomara!

      Obrigada, desde já, por qualquer indicação deste blog que possas ter feito ou que venhas a fazer. É uma honra, realmente.

      Muito obrigada também por todo este incentivo, por teu recado e tua visita. E apareça mais vezes!

      Abraços e tudo de bom!

  153. Vanderlei Barbosa
    15 de maio de 2010 às 20:02

    Alessandra, muito prazer.Sou um cinéfilo de carteirinha, e gosto muito de ler criticas de tds os seguimentos.Eu tive a felicidade e encontrar esse seu blog,Gostaria de parabenizala sobre a critica do filme Klass (A Classe) da Estonia.O filme realmente é sensacional, e nos faz refletir muito, sobre esses adolecentes em fase escolar.Vou ver mais coisas e volto a escrever,Obrigado

  154. Vanderlei Barbosa
    15 de maio de 2010 às 20:13

    Ah só pra lembrar à uns 2 ou 3 anos atrás estava pesquisando sobre blogs de critica de cinema no google, e encontrei o seu, gostei bastante só que não coloquei nos favoritos e perdi o nome do blog, fiquei chateado, mais hj sem nem estar mais de lembrando de vc(Blog) eu achei! que bom poder estar aqui de novo(parece frase de musica) haha tchaw!

  155. Vander
    16 de maio de 2010 às 0:54

    Alessandra finalmente achei seu blog, novamente.À 3 anos atrás mais ou menos tinha lido umas críticas aqui e gostei muito, pelo conteúdo e capricho nas fotos e sua atenção ao público.Poucas vezes se ve na internet um blog em que o seu criador(a) é tão atencioso(a) com as pessoas.Sou muito interessado em cinema e gosto muito de ler.Por que vc não escreve sobre alguns livros?Bem só tenho à agradecer e seja feliz.

  156. Vander
    16 de maio de 2010 às 1:01

    Em que “lugar” página eu posso indicar alguns filmes que assisti, gosto muito de filme independente, pois contem mais conteúdo que esses blokbusters.

    • 20 de setembro de 2010 às 2:34

      Oi Vanderlei/Vander!

      Te importa de te responder todos os recados que publicaste nesta página de uma única vez? Acho mais prático…

      Antes de mais nada, seja muito bem-vindo por aqui. Vi que publicaste uma série de comentários, em várias páginas. Que bacana! Achei muito legal, realmente.

      Então, somos dois cinéfilos! hehehehehe. Legal isso. Adoro trocar figurinhas, impressões e comentários com os verdadeiros amantes do cinema – de todos os cinemas, especialmente.

      Fico feliz que tenhas gostado do texto de Klass. É um filme bastante interessante, realmente. E que curioso isso de que havias encontrado o blog antes, mas o havias perdido… fico feliz que tenhas encontrado ele mais uma vez.🙂

      Obrigada pelos elogios. Realmente me esforço, e fiquei triste de não ter tido mais tempo, nos últimos meses, para escrever mais críticas e, principalmente, responder a estes recados todos. Mas agora, pouco a pouco, vou colocando essa nossa troca em dia.

      Olha, não escrevo sobre livros porque, realmente, o foco é o cinema. Até porque, se fosse ampliar o leque de assuntos, iria escrever também sobre música, teatro, e outros temas. E daí sim eu não teria tempo para nada mais na vida. E como o blog é uma paixão, mas não o que paga as minhas contas, é bom que ele fique como está, focado só no cinema mesmo.

      Sobre indicação de filmes, podes fazer isso em qualquer espaço do blog. Estou sempre de olho nos comentários e, pouco a pouco, respondo a todos. E, sendo assim, verei as tuas recomendações. Demoro para conseguir assistir a todas as dicas mas, como verás, uma hora ou outra eu assistirei as tuas sugestões.

      Obrigadíssimo por todo o teu incentivo e por teus comentários. Quero te “ver” por aqui sempre! Abraços.

  157. josemar
    23 de maio de 2010 às 15:21

    Parabéns.
    Você atualmente é a primeira no GOOGLE…. Mesmo que isso pode não importar, sei lá…
    Mas muito bom e útil seu texto.

    • 20 de setembro de 2010 às 3:04

      Olá josemar!

      Obrigada pela visita, pelo comentário e pela informação. Depois que citaste o Google, percebi que este blog realmente subiu posições no mecanismo de busca. O que é um bom sinal. Especialmente porque isto sinaliza que várias pessoas têm indicado este espaço, o que me deixa muito feliz.

      Me alegrou o fato de teres gostado dos textos também. E espero que esta tua visita se repita muitas vezes, contigo comentando sobre alguns filmes também. Seja bem-vindo!

      Abraços.

  158. angela lopes
    8 de junho de 2010 às 17:04

    Alessandra,
    sou tb amante da 7ª arte e adorei o filme “a partida”.

    gostaria de comprar o dvd para dar de presente a um irmão meu q mora no interior e não tem como ver a não ser assim.

    moro em BH.
    ainda não consegui aqui o dvd e estou procurando em São Paulo.
    vc teria uma dica p eu comprar de maneira fácil?
    obrigada
    Angela
    ps: seu comentário é perfeito!!!!

  159. Vander
    10 de junho de 2010 às 23:17

    resposta pra Angela Lopes

    • 19 de outubro de 2010 às 2:09

      Oi Vander!

      Muito obrigada por ter sido mais “rápido no gatilho” e ter indicado o site do Submarino para a Angela.

      Espero que ela tenha conseguido dar o filme de presente para o irmão.

      Obrigada e abraços!

  160. 13 de junho de 2010 às 1:25

    Oi Thiago!!

    Nossa, uau! São recados como o teu que me fazem querer continuar.

    Mas algo que te digo: há pessoas melhores para tu se inspirar.😉

    De qualquer forma, obrigadíssimo por tua visita e por teu incentivo.

    Um grande abraço e volte sempre!

  161. Karine Serezuella
    28 de junho de 2010 às 14:07

    Olá Alessandra, meu nome é Karine Serezuella e gostaria de enviar a você um informativo de abertura do edital RUMOS LITERATURA 2010-2011 do Itaú Cultural, contendo o tema, prazos, prêmios e demais características do edital. Para tanto, por favor, me forneça o seu e-mail. Muito obrigada.
    Grata pela atenção.
    Karine Serezuella | Comunicação Dirigida | Itaú Cultural | São Paulo.
    Tel 55 11 3881-1710 | kacks.sere@gmail.com

    • 19 de outubro de 2010 às 13:04

      Oi Karine!

      Puxa, acho que demorei demais para ver este teu recado. Andei um tanto “ausente” do blog e só agora começo a colocar os recados em dia.

      Bem, vou entrar em contato contigo por e-mail.

      Obrigada por tua visita e por teu comentário. Abraços!

  162. Fernanda
    28 de junho de 2010 às 18:34

    Surpreendente.
    É tão bom conhecer gente grande…
    Vi somente dois dos filmes que você criticou aqui nos últimos tempos (Precious e Gigante). Anyway, certamente assumo uma postura contemplativa e passiva em relação ao cinema. Tenho que olhar mais pra trás na sua linha do tempo aqui, e escolher algumas coisas pra assistir, as quais certamente vou apreciar.
    Em Santos (meu Big Bang), tem uma pequena sala de cinema pouco comercial fomentada pela Secretaria de Cultura. Ano passado, nos meses que morei lá, frequentei a tal salinha quase que semanalmente, foi onde assisti Gigante e mais alguns aperitivos para reflexões que não eram nem um pouco hollywoodianos. O mais gostoso é que essa sala de cinema era um postinho na praia, poucos quilômetros da minha casa. Ia depois do trabalho e voltava caminhando. E agora me deu um pouco de saudades daqueles fins de tarde.

    Estou fascinada pelo blog e mais ainda pelas pessoas que tenho encontrado nessa ilha…

    Beijos!

    • 19 de outubro de 2010 às 13:14

      Oi Fernanda!

      hahahahahahahaha. Figura!

      Imagina. Sou só uma pessoa que gosta de escrever bastante sobre filmes… e que vive dando pitacos. Não muito mais que isso.🙂

      De qualquer forma, obrigada por teu comentário e teu incentivo. De verdade eles fazem a diferença e, como o dos demais, me ajudam a não perder o foco e continuar.

      As pequenas salas de cinema espalhadas por aí guardam verdadeiras preciosidades. Pena que elas sejam cada vez mais escassas.
      Ai, delícia ter uma sala destas no caminho de casa, e ainda perto da praia. Coisa boa! Fiquei com vontade de conhecer… quem sabe um dia?

      Agora, espero que voltes por aqui mais vezes. Inclusive para falar de filmes que tenhas assistido e gostado.

      Beijos grandes e tudo de bom para ti.

  163. Enzo
    8 de setembro de 2010 às 23:22

    oi porfavor
    assista Inception do Christopher Nolan e poste uma criica.
    valeu

    • 22 de novembro de 2010 às 2:57

      Oi Enzo!!

      Você viu, né? Demorei um monte para ver a este filme e comentá-lo, mas me lembrei de você. hehehehehe

      Obrigada pela sugestão. Inception acabou sendo o primeiro de uma lista de filmes que eu assisti e que devem estar no próximo Oscar. Bom para que eu comece a me preparar, desde já, para a próxima premiação.

      Abraços, meu bom! E volte sempre!!

  164. 12 de setembro de 2010 às 17:48

    Passei pela primeira vez rapidinho mas cadastrei o email. Fiquei curioso sobre as críticas. Parabéns!

    • 22 de novembro de 2010 às 3:05

      Oi Marcus!!

      Fico feliz que tenhas gostado das críticas. Agora, espero te encontrar por aqui mais vezes.

      Desculpe demorar para responder, mas andei meio na correria. Prometo que próximos recados teus serão respondidos de forma mais rápida.

      Obrigada por tua visita e pelo teu comentário. Volte mais vezes, viu?

      Abraços!

  165. Mangabeira
    22 de setembro de 2010 às 0:17

    Feliz que estás de volta, e que bela foto!

    • 22 de novembro de 2010 às 3:35

      Oi Mangabeira!!

      E eu estou feliz de voltar… ainda que, algumas vezes, como nas últimas duas semanas, eu tenha dado uma “rareada”. Mas estou tentando não desaparecer muito tempo.

      Obrigada. Também gostei da foto – mérito maior de quem fez a foto do que de quem aparece, é claro.🙂

      Abraços grandes e inté!

  166. Letícia
    2 de outubro de 2010 às 3:30

    Oi Alessandra!
    encontrei seu blog por acaso, quando procurava uma crítica (na contramão) de um filme que acabo de assistir e que, apesar de Muito recomendado, achei Muito fraco. Gostei de seu comentário e fiquei curiosa para ver um outro q vc recomenda. Obrigada! Muito legal me deparar com atitudes como a sua… Acredito mais na vida produtiva que a internet pode proporcionar =)

    • 19 de dezembro de 2010 às 12:48

      Oi Letícia!!

      Puxa, que bom. Sempre fico feliz quando alguém encontra esse espaço aqui e acha ele proveitoso.

      Agora, se eu entendi bem, estavas procurando a crítica de um filme e acabaste não encontrando ela aqui, é isso? Confirma para mim o nome dele que eu posso colocá-lo na minha lista e vê-lo um dia desses…

      Fico feliz também que tenhas gostado do blog. E sim, a internet tem muitos espaços bons de debate. Basta a gente conseguir encontrá-los no meio de um mar de bobagens… ou de sites menos interessantes, por assim dizer. Que bom que gostaste daqui. Espero que voltes muitas vezes ainda.

      Abraços grandes e obrigada pelo teu comentário e visita. Até mais!

  167. 19 de outubro de 2010 às 1:39

    Oi Angela!!

    Primeiramente, mil desculpas por demorar tanto para te responder.
    Passei por alguns meses conturbados. Mudanças de casa, trabalho, rotina… mil coisas para fazer e pouco tempo para tudo. Me desculpe.

    Fico feliz que tenhas descoberto o blog e que tenhas gostado do texto de Okuribito. Grande filme, não é mesmo? Lindo, poético, perfeito.

    Olha, não sei se já conseguiste comprar o filme para o teu irmão… fiz agorinha uma pesquisa na internet e vi que algumas lojas estão comercializando o filme. Entre elas, as lojas Submarino, Americanas e Fnac (uma das poucas que tem também DVD, além do Blu-ray). Acredito que qualquer uma delas entregue na tua casa.

    Obrigada por tua visita e por teu comentário. Espero que apareças por aqui mais vezes.
    Abraços!

  168. 21 de outubro de 2010 às 21:48

    Olá Alessandra! Estive meu ocupado, e não pude vir aqui.Mais hoje estou aqui por um motivo; Procurando por varios sites atras de filmes, encontrei uma perola, o nome do filme é Stella, não diz nada, é sobre uma pré adolecente e sua vida com os pais.Olha o que eu tenho a dizer é que foi o melhor filme que assisti nesse ano, e olha que eu assisti muitos.Um roteiro sensacional, a menina (atriz) que faz o personagem Stella esta fantastica no papel, sua amiga tb, os pais dela, e o filho de Gerard D’epadier, que infelismente morreu 1 mes antes da estreia do filme nos cinemas.Mais pode assistir sem medo, e aguardo sua crítica.Obrigado e bj

  169. 21 de outubro de 2010 às 21:52

    desculpe repetir os comentarios é que apertei 2 vezes o enviar. hahaha

  170. 7 de novembro de 2010 às 17:03

    Ola!Estou de volta só pra dar um alo! Estava lendo as critícas, e gostei demais.Assisti recentemente 2 filmes de Terror Frances. Olha estou me surpreendendo com o cinema desse país.À pouco tempo atras,só viamos filmes de amor desse país.Mais os 2 filmes são bem forte, são eles: Inside( A Invasora) e Martyr’s ( Martíres, Testemunha) Pra quem gosta de terror um prato cheio.

    • 19 de dezembro de 2010 às 13:45

      Oi Vander!!

      Bacana. Anotadíssima a tua sugestão. Quando eu tiver um tempo – e respeitando a lista de indicações por “ordem de chegada” -, prometo assistir a Stella. Ele já está anotado na minha “pequena” listinha de filmes.🙂

      Anotados também os filmes franceses… Martyrs está na minha lista há tempos, mas ainda não consegui assistí-lo. De qualquer forma, está anotado. Obrigadíssimo!

      O cinema francês é fantástico. Bastante versátil, normalmente de boa qualidade. Vale muito a pena. Assim como o alemão e o argentino. Para citar apenas os óbvios. hehehehehe

      Obrigada pelos teus comentários e visitas. E volte sempre! Abraços grandes.

  171. Wolney Mamede
    10 de dezembro de 2010 às 3:05

    Olá,
    Parabéns por tudo que tem escrito aqui.
    Se ainda não assitiu, coloque na lista: Staten Island (Não há crimes perfeitos)
    http://www.imdb.pt/title/tt0976246/
    dou minha palavra de seguidor do seu blog

    • 19 de dezembro de 2010 às 18:54

      Oi Wolney!!

      Muito obrigada pelo teu comentário tão incentivador!

      Não assisti ainda a Staten Island, mas acabo de colocá-lo na lista graças à tua indicação. Obrigada!

      Fico feliz também que éres um “seguidor” deste blog. Que bacana! Pois espero que apareças por aqui mais vezes, inclusive para comentar sobre os filmes.

      Abraços!

  172. Souza Machado
    13 de dezembro de 2010 às 13:54

    Alessandra
    Escrevi sobre “The life before her eyes”, agradecendo-a. E quero cumprimenta-la desde o Brasil. Se ainda estiver em Madrid(cidade que conheci este ano,em julho), espero q

    • 19 de dezembro de 2010 às 19:13

      Oi Souza Machado!!

      Bacana. Fico feliz que tenhas gostado do blog.
      Acabo de responder o teu outro comentário.

      Pena que este que publicaste aqui saiu pela metade…

      Olha, na verdade, estou de volta ao Brasil. Há algum tempinho já… mas devo viajar para Madrid no próximo ano, se conseguir concluir a minha tese a tempo de apresentá-lo em 2011.

      Madrid é uma cidade fantástica, não é mesmo? Sou apaixonada por ela.

      Obrigada por teus comentários, viu? E volte mais vezes.

      Abraços!!

  173. JOÃO BATISTA PIAZZA
    14 de dezembro de 2010 às 17:38

    Boa Tarde jovem jornalista!
    Gostei muito do seu modo de comentar e conduzir-nos no mundo da sétima arte. Nunca tinha encontrado alguém que fizesse análises tão interessantes e com conteúdo sem o menor interesse comercial.

    Parabéns!

    Alessandra Hernandez e gracias. Promissores dias se façam sobre você!

    João Batista

    • 19 de dezembro de 2010 às 19:18

      Oi João!!

      Nossa, que comentário bacana e incentivador. Muito obrigada por tuas palavras!

      Fico feliz que tenhas gostado do blog e das críticas que ele abriga. Realmente há gosto para tudo… há pessoas que dizem que eu escrevo demais, que deveria escrever menos… outros, como você, comprovam o que eu disse no princípio das minhas publicações: há pessoas que não se importam em ler muito, porque gostam do debate, gostam de bons textos. E ouso dizer que, algumas vezes, eu acerto em alguns deles.🙂

      Obrigada pelos teus bons desejos. Te desejo o dobro! Muita sorte nos teus projetos e na tua vida. E obrigada, novamente, por publicar este comentário com tantas energias boas.

      Espero que voltes por aqui mais vezes, inclusive para falar sobre filmes que tenhas assistido. Abraços!!

  174. Vander
    4 de janeiro de 2011 às 14:00

    O grande 2011!Em todos os sentidos, muita saúde, realizações e descobertas, sempre busque o novo, a mudanção o diferente e o conhecimento de si mesmo e do mundo, bj
    São meus desejos à vc e todos que participam deste blog.

  175. Vander
    4 de janeiro de 2011 às 14:02

    Acabei de assistir Black Swan, e tenho a dizer que é Sensacional!

    • 10 de julho de 2011 às 2:04

      Oi Vander!

      Puxa, obrigadíssimo por teus votos tão bacanas no início deste ano. E quero que saibas que, mesmo conseguindo te responder só agora, quando eu li o teu recado, em janeiro, te desejei o mesmo, mas em dobro!

      Espero que tenhas tido um ano bem bacana, até agora, e que o restante deste 2011 seja ainda melhor.

      Realmente, você tinha razão sobre Black Swan. Um filme sensacional. Também gostei muito dele, como deves ter observado no comentário que publiquei aqui no blog.

      Aliás, vou até dar uma olhada se eu citei que você tinha sugerido este filme. Aliás, você e mais um monte de gente. Vou ver e, se eu não fiz isso, vou acrescentar a informação.

      Abraços e muito obrigada por mais esta tua visita e comentário. Espero que voltes muitas vezes ainda – em uma próxima eu quero ver se te respondo com maior agilidade.

      Até mais!

      • Vander
        15 de julho de 2011 às 1:52

        Gostaria muito de ler sua critica sobre o filme “Stella” que eu indiquei à muito tempo.É meu top 10. Obrigado

  176. Isa Hamilria Magalhães Barreira
    12 de janeiro de 2011 às 23:38

    Alessandra,
    Adoro seu blog, o nome dele, suas análises e críticas bem fundamentadas. E o seu doutorado, sobre o que é?
    Continue nos brindando com sua percepção privilegiada da 7ªArte.

    • 11 de julho de 2011 às 0:17

      Oi Isa!

      Nossa, obrigadíssimo por um comentário tão bacana e cheio de incentivo.

      Como podes ver, andei meio relapsa com o blog, mas foram as contingências da vida. Primeiro, tive mais trabalho pela frente, no jornal em que estou trabalhando. Depois, não consegui relaxar de verdade até terminar a minha tese.

      Como eu coloquei o ponto final na tese há pouco mais de uma semana, agora sim, recomeço a colocar este espaço em dia.

      Estou terminando um doutorado em um curso chamado “comunicação, mudanças sociais e desenvolvimento”. Minha tese está focada na comunicação e na interação através dos blogs pessoais – mas calma, o meu blog não entra no estudo. hehehehe. Na verdade, analiso as características da comunicação nos blogs sob a ótica de conceitos como modernidade líquida e sociedade do risco. Uma piração, devo admitir.

      Isa, pouco a pouco vou colocando esse espaço em dia. Espero que, no tempo entre a tua mensagem e essa minha resposta, tenhas passado por aqui outras vezes. E que continues me visitando.

      Abraços e até mais!

  177. 17 de janeiro de 2011 às 2:23

    Ótimo blog, guria, parabéns!
    Adorei os seus “textos longos”.
    Sou um colecionador de filmes e teu blog é uma referência nos meus garimpos. Comecei há pouco minha coleção e fiz um site para catalogá-los – crivozim.com.br
    A idéia de registrar as análises logo ao assistir aos filmes foi ótima e vou praticar isso no meu site e assim ele deixará de ser só para mim.
    Abraço!

    • 12 de julho de 2011 às 2:30

      Oi Aluizio!

      Puxa, obrigadíssimo!

      Fico feliz que tenhas gostado do blog e dos meus textos longos. Algumas vezes eu ouço umas piadas sobre eles… especialmente entre meus amigos e colegas jornalistas. Sabe como é, textos longos fogem um pouco do padrão da “profissão” (teoricamente).

      Que bacana que você coleciona filmes. Eu também tenho uma pequena coleção mas, no futuro, quando sobre mais dinheiro, espero ir ampliando ela pouco a pouco.

      Olha, nem sempre eu consigo escrever as críticas logo depois de assistir aos filmes. Várias vezes eu consegui parar para escrever só semanas depois. Daí perde um pouco “o calor da percepção”, mas faz parte. O mais comum é que eu consiga escrever alguns dias depois. Logo em seguida, para ser franca, acho que foram pouquíssimos casos.

      Mas a ideia é essa. Fazer um “inventário” do que eu assisto e compartilhar isso. Acho uma das coisas boas que os blogs podem nos proporcionar.

      Obrigadíssimo pela tua visita e pelo teu comentário. Espero que apareças mais vezes, inclusive para comentar sobre alguns filmes.

      Abraços e inté!

  178. F.Charlene
    18 de janeiro de 2011 às 0:19

    Parabéns pelo blog.!
    amo cinema.. e se deus quiser chegarei a ser um critica de cinema.. minha paixão.. sem duvida… taleto para o mesmo não tenho.. ams minha paixão me motiva a sugar-me minhas energias obtendo conhecimento para ser uma boa critica.. começo minha “carreira” esse ano jornalismo (unip) ai vo eu!.
    Seu blog é otimo.! adorei!

    • 12 de julho de 2011 às 2:51

      Oi F. Charlene!

      Antes de mais nada, seja bem-vinda por aqui!

      Muito obrigada pela tua visita e pelo teu comentário. Tenha certeza que são incentivos como o teu que não me deixam esmorecer e “abandonar” esse espaço quando o tempo fica curto.

      É isso aí mesmo, vá atrás do que você gosta de fazer. Te dou o maior incentivo, desde já, por teres começado a estudar jornalismo e pensares em escrever críticas sobre filmes. Vá em frente!

      Desde já, te desejo muita sorte.
      Uma das coisas mais importantes, e eu sempre disse isso, é sabermos onde queremos chegar. Termos um objetivo no horizonte a médio e longo prazo. Porque só assim a gente consegue realizar os nossos sonhos. Tendo eles em mente e traçando o caminho para chegar lá.

      Muito obrigada, mais uma vez, pela tua visita e pelo teu comentário. E muita, muita sorte na tua carreira.

      Abraços e inté! Volte mais vezes!

  179. João Antonio
    25 de janeiro de 2011 às 13:15

    Esse é o meu blog de cinema favorito, gosto muito desse estilo um tanto quanto fora de padrões.

    • 16 de julho de 2011 às 2:57

      Oi João!

      Antes de mais nada, muito obrigada pela tua visita e pelo teu comentário.

      Puxa, é uma grande honra escrever o teu blog de cinema favorito. E também uma grande responsabilidade.🙂

      Pois é, um dos fatores fundamentais para este blog existir é justamente esse que comentaste. Ter liberdade de escrever como eu achar melhor, sem seguir padrões específicos. Ainda que o blog siga uma certa lógica, no final das contas. Mas até o caos tem lógica, então acho que não estou sozinha nesta empreitada.

      Obrigada, mais uma vez, por esse teu incentivo.

      E espero que voltes por aqui muitas vezes, inclusive para falar de alguns filmes que gostaste.

      Abraços e inté!

  180. 16 de fevereiro de 2011 às 13:16

    Gostei do blog. Vou lhe acompanhar e fazer um marcador cinema em meu humilde blog( que é muito engraçado por sinal) e colocar seus artigos lá.
    Valeu a reportagem sobre o aeroporto

    • 19 de julho de 2011 às 2:51

      Oi Roberto!

      Bacana receber a tua visita.

      E obrigada. Fico feliz que tenhas gostado.

      Dei uma passada no teu blog quando publicaste este comentário acima, mas preciso voltar nele mais vezes.

      Imagina. A novela do aeroporto é o típico assunto que devemos acompanhar por muito tempo ainda. E celebrar muito quando a obra realmente sair.🙂

      Volte mais vezes por aqui, inclusive para falar de filmes que gostaste.

      Um grande abraço e inté!

  181. 2 de março de 2011 às 5:38

    Oi Ale, tudo bem?!!

    Não nos falamos há um tempão!!! rsrsrs

    Estou virando empresário menina (chiqueee rsrsrs). E vc., soube que está trabalhando, mas não soube no que. Com cinema? Se for, aleluia, teremos grandes críticas em breve em nossa mídia. Afinal, ninguém escreve tão bem quanto você. Sério!!

    Espero que possamos nos comunicar com mais frequência agora que está por aqui.

    E parabéns pela matéria sobre o Oscar 2011. Acabei de ler. Muito boa!

    Abraços,
    Eduardo Louzada

    Ps: mande-me um email. Estou usando só o note agora e não tenho seu email fácil aqui.

    • 16 de novembro de 2011 às 1:07

      Oi Eduardo!!

      Puxa, o tempo voou… e não consegui te responder antes.

      Pois sim, faz tempo que não nos falamos. Estou tentando recuperar o blog. Quero ver se volto a publicar mais críticas por aqui. Outro desafio é colocar todas as respostas para os comentários em dia também. Veremos se consigo…

      Então, estou trabalhando em um jornal diário novamente. No maior jornal de Santa Catarina, onde moro. Além disso, nesse semestre comecei a dar aula para um curso de jornalismo aqui no Estado. Viajo uma vez por semana para dar essa aula… mas junto com as demais atividades, essa “aventura” acaba tomando muito do meu tempo.

      Obrigada por continuar me acompanhando e pelo elogio a respeito da matéria sobre o Oscar. Gostei de ter feito mais esse acompanhamento da premiação.

      Bem, vamos manter contato. Prometo que da próxima vez eu vou te responder mais rápido.

      Abraços, obrigada por mais esta visita e inté!

  182. Sérgio
    8 de março de 2011 às 18:48

    Amei seus textos… Você tem uma linguagem fascinante…. Quando começo a ler, tenho mais vontade de ir ate o final de suas postagens…

    • 16 de novembro de 2011 às 1:33

      Oi Sérgio!

      Puxa, muito obrigada.

      Mas nem todo mundo pensa como você… hehehehe. Alguns já postaram comentários por aqui dizendo que eu escrevo mal, que sou redundante, que escrevo muito…

      O que me deixa tranquila é que nem as opiniões positivas e nem as negativas são unânimes. Há para todos os gostos.🙂

      Mas fora a brincadeira – ainda que um tanto séria -, muito obrigada pelo teu incentivo. Gosto de escrever, e fico feliz que tenham pessoas que gostem de ler e que tirem algum proveito disso.

      Um grande abraço e até a próxima! Volte sempre!

  183. Cláudia módolo
    14 de maio de 2011 às 22:54

    Além de amar o cinema, adoro ler críticas de filmes após assistí-los. Desta forma, descobri seu blog e passei a acompanhá-lo. De opcional, passou a ser obrigatória a leitura de seus comentários: sempre bem embasados, com um olhar de 360º, links fantásticos e conhecimento profundo do assunto. Claro que, pontualmente, suas opiniões são divergentes das minhas, mas mesmo assim você consegue que vejamos os filmes, atores e diretores através de seus olhos, pela sua perspectiva: pura metalinguistica. Parabéns pelo seu blog e obrigada pelos seus comentários.

    • 29 de novembro de 2011 às 3:05

      Oi Cláudia!

      Nossa, fiquei arrepiada quando li o teu comentário da primeira vez e, agora, ao relê-lo para dar a minha resposta, fiquei arrepiada novamente.

      Muito obrigada pelas tuas palavras tão generosas.

      Me sinto honrada em saber que os meus textos tem te acompanhado em algumas experiências de assistir a bons filmes.

      Me esforço para contribuir, nem que for com um grão de areia, para que as pessoas gostem cada vez mais do cinema e de acompanhá-lo com uma visão mais ampla. Afinal, ele fala da vida e de nós, humanos. E sempre há muito o que aprender de tudo isso.

      Muito obrigada, mais uma vez, por esse teu comentário incentivador.

      Espero que você volte por aqui muitas vezes ainda, inclusive para falar sobre os filmes que você gostou.

      Abraços e inté!

  184. Daniel
    31 de julho de 2011 às 18:29

    blog bem legal, pena não ter encontrado tags aqui (não procurei direito???) penso que seria um recurso legal pra acompanhar as criticas sobre diretores específicos por exemplo, além de não sair da proposta de publicar e ordenar as criticas por ultimo filme assistido
    mas vou procurar a critica sobre magnólia, quem sabe tem…

    • 13 de dezembro de 2011 às 3:52

      Oi Daniel!

      Antes de mais nada, seja bem-vindo por aqui!

      Fico feliz que tenhas gostado do blog. Eu me esforço com ele – ainda que, infelizmente, este ano não tive todo o tempo que eu gostaria para atualizá-lo.

      Então, você tocou em um ponto importante… realmente eu não criei tags para o blog. Apenas tens o recurso de busca, no início de cada página, e a classificação por temas. Mas as tags não comecei a usar. Quem sabe não faça isso? É uma boa ideia.

      Obrigada pela tua sugestão, pela tua visita e pelo teu comentário tão bacana. Gostei.

      Espero que voltes por aqui mais vezes, inclusive para falar sobre os filmes que você gostou. Ah sim, e não vais encontrar uma crítica de Magnolia. É um dos meus filmes favoritos, mas o assisti muito antes de começar este blog.

      Abraços e inté!

  185. André Andrade
    19 de agosto de 2011 às 19:29

    Cara Alessandra,
    Seu site é uma das minhas principais referências no universo cinéfilo. Só tenho elogios a fazer ao seu trabalho cuidadoso e detalhista neste site. Você consegue manter um equilíbrio muito bacana entre a informação (objetiva) e a opinião (subjetiva). Que esmero! E que bom gosto na seleção dos filmes! É atividade de quem verdadeiramente sabe e gosta do que faz.
    Espero que, em breve, você tenha tempo e disposição de abrir um espaço para fazer comentários sobre filmes que você já tenha visto há mais tempo (clássicos ou não).
    Fico com pena que suas outras atividades não permitem uma atualização mais frequente do site. Mas não estou reclamando: é porque realmente aprecio muito os seus textos.
    Parabéns!
    Termino com uma indagação: onde você seleciona os filmes que assiste e comenta?
    Um abraço.

    • 26 de dezembro de 2011 às 16:37

      Oi André!

      Uau, muito obrigada!

      Teu comentário foi muito generoso. E tenha certeza que ele, como outros, me incentiva a continuar.

      Fico feliz que gostes deste espaço. Me esforço para mantê-lo atualizado. Mesmo que eu consiga atualizá-lo menos do que eu gostaria. Mas enfim, isso faz parte… é preciso dedicar tempo para outras atividades que paguem as minhas contas.🙂

      Também tenho essa vontade de abrir um espaço para rever filmes que eu já tenha assistido, mais antigos. Tenho essa ideia, só falta tempo de colocá-la em prática. Mas um dia, se tudo der certo, este dia chegará.

      Olha, André, eu seleciono os meus filmes de muitas formas. Acompanho as premiações de cinema mundo afora, pesquiso os lançamentos no Brasil e nos Estados Unidos, vejo que filmes estão chegando nas locadoras, procuro acompanhar os diretores e/ou atores que eu gosto… enfim, uso muitos mecanismos para fazer as minhas listas de filmes. Claro que a lista está muito maior do que a minha capacidade de assistir a tudo que eu gostaria. Mas, pouco a pouco, vou vendo o que estou com vontade. Ah, algumas vezes eu também vejo filmes após a indicação de leitores aqui no blog. Eis outra fonte que utilizo.

      Obrigada, mais uma vez, por esse teu comentário. E também pela tua visita. Espero que voltes por aqui muitas vezes ainda.

      Abraços e inté!

  186. 12 de setembro de 2011 às 3:42

    Oi Alessandra, gostei muito do seu blog. Tb sou uma viciada em cinema!
    Fiz um blog recentemente sobre cenas de filmes q gosto (http://o-corte.blogspot.com/) e já te adicionei lá. Vou acompanhar com certeza.

    Gabriela

    • 30 de dezembro de 2011 às 23:58

      Oi Gabriela!

      Fico feliz que tenhas gostado deste espaço.

      Que bom que você também se animou a começar um blog sobre cinema. Bacana. Muito sucesso com o teu espaço e vida longa pra ele!

      Espero te encontrar por aqui mais vezes. E obrigada pela visita e pelo teu comentário.

      Abraços e inté!

  187. Camilo de Lelis
    19 de novembro de 2011 às 3:36

    Ei Alessandra.
    Excelente seu trabalho.
    Cheguei (cai) no seu blog hoje, depois de assistir o filme:”Almas à venda”.
    Postei comentários sobre o filme e sobre suas colocações.
    Seus comentários não são “doxa” (opinião) mas verdadeiras “epistemes” (reflexões).
    Vc é peça rara e que está em extinção hoje em dia.
    Continue assim, não mude as regras do seu blog. Insista. e, claro, coragem.
    Este ano fiquei 1 mês em Madrid (na Gran via). Que saudades dessa cidade…
    Sempre que puder quero pentear meus pensamentos com seu blog.
    Parabéns!
    Uma andorinha faz verão sim…
    Abraços,
    Camilo

    • 12 de janeiro de 2012 às 2:13

      Oi Camilo!

      Novamente eu devo dizer que foi um grande presente ler os teus comentários. Este e o anterior, no filme Cold Souls.

      Obrigada, muito obrigada pelo incentivo. Quero continuar com este espaço sim. Mesmo não conseguindo me dedicar a ele o tempo que eu gostaria. Mas enfim, a vida nos cobra a dedicação para outras coisas também.

      Fiquei muito feliz que tenhas encontrado este espaço. E espero, sinceramente, que voltes por aqui muitas vezes ainda. Algo me diz que trocaremos ótimas ideias por aqui.

      Ah, Madrid… é sempre deliciosa. Também estive por lá no final de 2011. Justamente em outubro/novembro, quando você encontrou este blog. Foi muito bom ter voltado e reencontrado tantos amigos. É uma cidade que merece ser visitada com tempo.

      Espero mesmo te encontrar por aqui muitas vezes ainda.

      Abraços e inté!

  188. 12 de dezembro de 2011 às 15:41

    Oi Vander!

    Tua sugestão de filme está anotadíssima. Só te peço desculpas porque, até agora, não consegui muito tempo para assistir a todos os filmes que eu devo assistir…

    Mas pode deixar que, quando for possível, vou assistir a essa tua dica e daí vais encontrar a crítica do filme por aqui. Com a respectiva citação de você ter recomendado ele, é claro.

    Obrigada por mais essa visita. E volte sempre!

    Abraços e inté!

    Vander :

    Gostaria muito de ler sua critica sobre o filme “Stella” que eu indiquei à muito tempo.É meu top 10. Obrigado

  189. Glaucia Oki
    17 de dezembro de 2011 às 23:12

    Não sou uma grande cinéfila, mas sou uma grande apreciadora de bons textos! Adorei seu blog! Parabéns e sucesso!

    • 16 de janeiro de 2012 às 23:35

      Oi Glaucia!

      Que bacana.

      Fiquei feliz com o teu comentário.
      Me alegrou saber que consideraste os meus textos bem escritos. Obrigada.🙂

      Espero que voltes por aqui mais vezes, inclusive para falar das tuas impressões sobre os filmes. Porque eis um dos grandes motivos para a existência deste blog: a troca de ideia entre a gente.

      Muito obrigada pela tua visita e comentário, especialmente por ele ser um incentivo tão bacana.

      Abraços e inté!

  190. Vander
    31 de dezembro de 2011 às 18:10

    Um grande ano de 2012 à todos estão sempre por aqui.A você Alessandra muita felicidade e paz nesse próximo ano, continue nos dando a alegria de ter sempre sua inteligencia e sa-bedoria.Este ano vai ser muito bom!

    • 17 de janeiro de 2012 às 0:43

      Oi Vander!

      Feliz Ano Novo!

      Muito obrigada pelos teus desejos. Espero que tenhas tudo isso, muita saúde e alegrias em dobro.

      Espero também te encontrar por aqui muitas vezes este ano. Venha sempre que tiver algum filme que te desperte interesse, combinado?

      Um grande abraço e inté!

  191. Daniele
    15 de janeiro de 2012 às 15:52

    como estudante de cinema é uma honra encontrar seu blog no mundo virtual. Adorei suas críticas, apesar de concordar 100% ser impossível, todos criam suas próprias opiniões sobre os filmes [ e isso é importante, creio eu], acho interessante o modo como você fala sobre os filmes.
    Muito sucesso para você.
    Beijos

    • 25 de fevereiro de 2012 às 15:55

      Oi Daniele!

      Uau… uma honra?
      Fico lisonjeada. De veras.

      Para mim é um prazer poder manter um espaço como este, onde gente inteligente – vocês, leitores, que sempre aparecem por aqui – pode falar sobre cinema.

      Algumas vezes as pessoas se exaltam quando não vem as suas opiniões refletidas. Mas acho que isso faz parte também. É preciso ter discernimento para saber que é assim mesmo, e que o tempo ensina a cada pessoa que não adianta querer uniformizar opiniões e gostos. Isso é bobagem.

      Bacana que estás estudando cinema. Muito sucesso pra ti, desde já. Que possas nos apresentar, logo mais, grandes trabalhos!

      Muito obrigada pelo teu comentário, tão incentivador, e pela tua visita. E volte aqui mais vezes, especialmente para falar sobre os filmes que foste gostando, pode ser?

      Beijos e inté!

  192. 22 de janeiro de 2012 às 1:06

    Um dos melhores filmes que vi este ano A Separação surpreende pela veracidade das cenas, em alguns momentos chegam a confundir, o expectador pensa que esta vendo um documentario muito bem feito.Favorito ao oscar 2012 de filme estrangeiro.

    • 26 de fevereiro de 2012 às 14:52

      Oi Vander!

      Tudo bem?

      Puxa, só agora, ao responder aos comentários de janeiro, é que vi esta tua recomendação. Vou citá-la abaixo da crítica de A Separation, pois.

      Realmente, um belo filme. Gostei bastante. E ele deve levar a estatueta do Oscar hoje para casa, não é? Logo veremos…

      Obrigada por mais esta visita e comentário. E volte outras vezes, ok?

      Abraços e inté!

  193. 16 de abril de 2012 às 21:11

    Querida Alessandra!
    Sou assistente de produção na VideoForum Filmes, produtora da cineasta e jornalista Daniela Broitman, que dirigiu o documentário “Marcelo Yuka no Caminho das Setas”.
    Estamos fechando a data do lançamento nacional do documentário e faremos uma sessão especial para jornalistas e blogueiros que escrevem sobre cinema.
    Estou entrando em contato para que você me envie um email de contato com o qual possamos manter contato, fazer o envio dos convites e receber confirmação de presença.

    Obrigada,

    Abraços!

    • 8 de julho de 2012 às 0:56

      Oi Cora!

      Puxa, muito obrigada pelo contato.
      Só agora estou conseguindo te responder… me desculpa.

      Vocês já lançaram o filme? Ainda posso te mandar um e-mail?

      Obrigada você pelo contato.

      Abraços e inté!

  194. 7 de junho de 2012 às 15:25

    To passando pra dar um alo pra vc Alessandra, parabéns pela bela critíca do Filme ” O Deus da Carnificina” a muito tempo não assisto um filme, que quando termina, eu fiquei a imaginar o que aconteceu, e as várias camadas de possibilidades que existem no ser humano, riso, drama, raiva emoção, causa todos os sentimentos em apenas 1 hora e pouco. simplesmente uma “pequena obra prima”.

    • 1 de agosto de 2012 às 10:09

      Oi vanderfilmb!

      Muito obrigada. Fico feliz que tenhas gostado da crítica do filme.

      Realmente, eis um grande roteiro, bem conduzido pelo diretor e pelo quarteto de ótimos atores. Um filme que faz pensar, rir, provoca diferentes reações nas pessoas. Um grande experimento da Sétima Arte. Também gostei muito.

      Obrigada por mais esta visita e comentário. Volte por aqui mais vezes, viu?

      Abraços e inté!

  195. raphael
    25 de junho de 2012 às 21:53

    assiste god bless america

    • 1 de agosto de 2012 às 10:59

      Oi raphael!

      Obrigada pela dica. Coloquei aqui na minha lista para assistir.

      Valeu também pela visita e comentário.

      Abraços e inté!

  196. 1 de setembro de 2012 às 22:01

    Parabens pelo site, gostei muito pois ele é todo em uma página só, os textos são grandes e tem conteúdo relevante e estão na ordem em que voce assiste.

    • 23 de setembro de 2013 às 0:20

      Olá “giseldoneo”!

      Antes de mais nada, seja bem-vindo por aqui.

      Isso mesmo, esse é o espírito do blog. Fico feliz que tenhas gostado dele. Busco, justamente, esta simplicidade. E, claro, uma boa sintonia com pessoas como você, meus queridos leitores.

      Espero que voltes por aqui mais vezes, inclusive para falar de alguns filmes que tenhas gostado.

      Abraços e até a próxima!

  197. alexandrekoehler
    3 de outubro de 2012 às 13:17

    Admiro muito você na esfera profissional, me motivou a publicar meu trabalho.

    • 5 de janeiro de 2014 às 10:09

      Olá Alexandre!

      Que bacana que você encontrou o meu blog. Espero que tenhas gostado de alguns textos.

      Fico feliz também que eu tenha te motivado a publicar o teu trabalho. Muito bacana.
      Te desejo muito sucesso e felicidade.

      Volte por aqui mais vezes, inclusive para falar um pouco sobre filmes que tenhas gostado.

      Abraços e inté!

  198. Raiany
    11 de outubro de 2012 às 2:14

    Primeiramente, parabéns pelo dom da escrita.
    Acabei de assistir a toda prova e fui ao Google olhar o que eu encontrva sobre o filme. Sempre faço isso mas geralmente vou a sites mais comerciais. Então encontrei o seu. Estou fascinada com a sua facilidade de escrever, garota. Outra vez parabéns.
    Realmente concordo que quem procura informação nao está nem ai se o texto é longo demais, desde que todas as informações sejam importantes. Um bom leitor nunca tem preguiça. E um bom escritor sabe envolver o bom leitor.
    Bom, para finalizar devo dizer que concordo em partes com sua critica sobre o filme. Sinceramente, nao agradei muito da trilha sonora, achei a fotografia nas cenas de Barcelona muito forcadas naquele tom amarelado e confesso que nao consegui extrair uma razão para o diretor ter eacolhido isso. Mas por outro lado concordo que as cenas de luta foram praticamente impecáveis. E o diretor merece aplauso por isso. Com um elenco tao bom como o de Haywire, o telespectador merecia no minimo um bom roteiro. Mas a realidadedo cinema atual tem sido: se de um lado voce tem um time incrível com grandes nomes do outro lado voce sempre tem ima história vazia, afinal convenhamos uma hora e meiase colme nao da para aproveitar a todos eles.
    Parabéns pelo blog.

    • 5 de janeiro de 2014 às 10:49

      Olá Raiany!

      Puxa, obrigadíssimo por palavras tão generosas.

      Li o que escreveste quando visitaste o blog, em outubro de 2012, e voltei a ler as tuas palavras tão bacanas agora, quando finalmente consegui um tempo para começar a colocar as mensagens aqui no blog em dia.

      Fiquei feliz que tenhas encontrado o blog e que tenhas gostado do jeito que eu escrevo. Como uma leitura voraz – de diferentes produtos, de textos em sites até revistas, jornais, livros e HQs -, compartilho justamente desta opinião que quem gosta de ler nunca tem preguiça. Basta encontrar um texto interessante para seguir em frente. E se eu consegui te apresentar algo assim, acho que cumpri o meu papel.

      Respeito todos os comentários deixados aqui no blog, mesmo os que vem com duros golpes porque a pessoa não concordou com algo que eu escrevi. Mas são incentivos como o teu que me fazem seguir adiante, dedicando várias horas da semana para tentar manter este espaço um pouco atualizado.

      Sobre Haywire, de fato é um filme com algumas qualidades, mas com um roteiro muito fraco. Algumas vezes, contudo, acho que temos a sorte de encontrar os dois elementos que comentaste: um ótimo elenco e um roteiro idem. Não é sempre que se peca em um destes lados. Há alguns bons exemplos de filmes que funcionam “no conjunto da obra” e que eu comentei aqui no blog. Vale dar uma navegada.

      Obrigada mesmo pelo teu super bacana comentário. Ele foi e é um incentivo.

      Seja bem-vinda por aqui e volte muitas vezes ainda, inclusive para falar de outros filmes que tenhas assistido.

      Abraços e inté!

  199. 9 de novembro de 2012 às 21:53

    Parabéns pelo blog, pela escrita tão correta e pontual e pelo gosto por cinema!
    Eu nunca tinha lido textos tão bem redigidos na internet como li aqui! Estou fascinada!
    Já adicionei como favorito!

    • 5 de janeiro de 2014 às 14:16

      Olá Bárbara!

      Antes de mais nada, seja bem-vinda por aqui!

      Fiquei muito feliz em saber que você encontrou este humilde blog e que não apenas você gostou do que encontrou, mas que também adicionou ele aos favoritos. Sinal de que deves ter voltado por aqui outras vezes, não é mesmo?

      Espero que sim.🙂

      Obrigada também pelo teu elogio e por teu comentário tão incentivador. Eu me esforço em escrever textos coerentes e que deixem claro a minha leitura sobre cada filme. Como não tenho muito tempo de revisar o material depois, sei que algumas vezes escapam alguns errinhos, aqui e ali, mas paciência. Prefiro gastar o tempo necessário para uma revisão em outras tarefas que me permitem, depois, assistir a novos filmes e comentá-los por aqui.

      Estou colocando o diálogo aqui no blog em dia aos poucos. Espero encontrar outras opiniões tuas espalhadas por aí.

      Abraços e obrigada, mais uma vez. Inté!

  200. 20 de janeiro de 2013 às 0:41

    Ola Alessandra.
    Achei seu blog, por acaso, apos assistir “Duvida” com minha filha e procurar na net explicaçoes de algumas duvidas que ficamos, entre varias, a dedicatoria do final.
    Seu texto e bem explicativo e vc nao esuqece de nada. Muito bom, recomendo a qualquer um. Parabens pelo seu trabalho.
    Aychi

    • 8 de janeiro de 2014 às 22:45

      Olá Aychi!

      Antes de mais nada, seja bem-vinda por aqui.

      Puxa, que legal que você encontrou o blog e que gostou do texto sobre Dúvida.

      Toda vez que isso acontece, que alguém aprecia o que eu escrevo porque isso ajudou a pessoa a entender melhor o filme que tinha assistido, é quando eu acho que o propósito do que eu faço aqui se realiza. Fico feliz que eu tenha ajudado com algumas dúvidas que você e a sua filha tinham.

      Espero que deste teu primeiro recado até agora – infelizmente já se passou quase um ano – tenhas voltado por aqui mais vezes. Te convido a fazer isso, comentando inclusive de filmes que tenhas assistido e gostado.

      Abraços e obrigada pela visita, pelo comentário e pelo incentivo. E até mais!

  201. Isabellla
    21 de fevereiro de 2013 às 17:59

    Oi Alessandra, como consigo um email para tratar de assuntos profissionais com você? Obrigada

    • 9 de janeiro de 2014 às 20:07

      Olá Isabella!

      Obrigada pela tua visita e pelo teu contato.

      Me corrige se eu estiver equivocada… mas acho que já te mandei um e-mail, correto?

      Volte mais vezes por aqui, inclusive para falar sobre os filmes que você assistiu.

      Abraços e inté!

  202. Andrea Esmanhoto
    17 de julho de 2013 às 1:46

    Olá Alessandra, tudo bem? Te achei por acaso… Fui na internet procurar criticas sobre um filme do Fernando Trueba que acabo de assistir, a Dançarina e o Ladrão, com o Darin. Achei seu blog e amei. Mas o que mais me impressionou foi que me pareçe que vivemos em Madrid durante o mesmo período e pelo mesmo motivo. Eu tb fiz um doutorado na Fac. De Ciências da Informação!!! Devemos ter nos esbarrado pelos corredores…. Rs…. parabéns pelo blog e se puder me add no face e falamos. Gostaria de comentar algumas coisas contigo…
    Abraço,
    Andrea Esmanhoto

  203. Natalia
    6 de agosto de 2013 às 18:02

    Olá, tudo bem? Adorei este blog e procurando pelos responsáveis notei que autora é você, Alessandra, certo?
    Então, gostaria de dar uma sugestão para você: trabalho com a venda de filmes no iTunes, e posso conseguir códigos para assistir a nossos filmes de graça. No caso, agora possuo um para o filme CESAR DEVE MORRER dos Irmãos Taviane.
    Caso possua algum interesse, por favor, me responda com um e-mail😉

  204. Luiz Thiago de Mello Mangini
    9 de outubro de 2013 às 20:39

    Parabéns pela crítica d”O Capital”. Assisti ao filme ontem e fiquei bem impressionado com o ambiente realístico que permeia a película. Achei ótima a sua crítica pois esclareceu alguns pontos que, na hora da exibição, deixei passar (como o assistente a quem o presidente do banco confiava sua conta). Sua escrita é simples e inteligente. Muito boa mesmo. Achei ótimo saber que o seu blog é bastante frequentado e torço para que vc continue manutenindo o blog com informações e críticas, ah, vá bastante aos cinemas…

    Thiago Mangini (Rio-RJ)

  205. Mauro Cano
    27 de outubro de 2013 às 13:41

    Excelente blog! Adorei as críticas porque são mais aprofundadas do que normalmente vemos em blogs e sites de cinema por aí. Pena que descobri somente agora…
    Abraço!

  206. Ana B
    5 de novembro de 2013 às 1:38

    Olá, Alessandra! O Blog é muito agradável! Sempre que posso, passo por aqui. É prazeroso ler suas críticas! Gostaria muito de ler uma crítica sua do filme “Submarine” dirigido e roteirizado por Richard Ayoade. Vi o filme esses dias e achei o romance interessantíssimo! Um abraço.

  207. Luiz Verissimo
    6 de novembro de 2013 às 19:45

    seu blog é um dos melhores que acompanho, isso já faz uns 2 anos, aqui recebi excelentes dicas, muito obrigado.

  208. 7 de novembro de 2013 às 23:20

    O seu blog é muito bom, parabens!!! Sou um paulistano apaixonado por cinema que mudou recentemente para Rio Claro, uma cidade do interior de São Paulo. A cidade é ótima, mas a ausência de bons cinemas por aqui me faz sofrer muito!!! Tenho improvisado, como assistir filmes pela internet, download etc. Mas tenho seguido alguns sites para me manter informado. Acabei de assistir Could Souls, ótimo filme, daí fui procurar críticas na rede, e encontrei seu blog. Vou passar mais vezes por aqui.
    Abraços

  209. Takeko Akamine
    25 de novembro de 2013 às 22:33

    Blog excelente, adorei o comentário do filme Good…. parabéns

  210. Anna Biatris Magalhaes
    29 de novembro de 2013 às 8:48

    Ola, bom dia. Gostei de algumas coisa que vi e li por aqui! Esse Background meio “psicodelico” acaba por nos desanimar a ler os textos que sao longos (Eu adoro) pois cansam a vista! Muito bacana sua iniciativa!

  211. Arlindo Gonçalves Carvalho (Gonçalves Carvalho)
    16 de dezembro de 2013 às 14:59

    Cara amiga, sou um escritor de livros. Deu-me agora na cabeça fazer um roteiro e parece que me superei. Só que este, é o meu ponto de vista. Se lhe mandar o roteiro, ou mesmo a sinopse, teria a bondade de criticá-lo?
    Um abraço de seu leitor
    Arlindo Gonçalves

  212. Arlindo Gonçalves Carvalho (Gonçalves Carvalho)
    19 de dezembro de 2013 às 9:33

    ESQUEÇA, ALESSANDRA. JÁ ENCONTREI QUEM O FAÇA. ABRAÇOS FELIZ NATAL.

  213. Amalia Rodrigues
    18 de janeiro de 2014 às 22:32

    Alessandra, descobri seu site hoje, pesquisando na Web para ler mais sobre o filme a Grande Beleza (que adorei, vi várias vezes). Não sou crítica como você, mas sou cinéfila. E gostei muito de seu estilo. Desejo muito sucesso e espero continuar podendo acompanhar seus ensinamentos e seu feeling apurado.
    Amalia Rodrigues. Hoje é dia 18 de janeiro de 2014.

  214. Tommy Beresford
    27 de janeiro de 2014 às 9:18

    Olá, Alessandra,

    Não sei porque somente hoje descobri seu ótimo “Crítica (non)sense da 7Arte”. Sou blogueiro desde 2003 e mantenho, entre oito blogs diversos, um de cinema, o “Cinema é Magia”. Acabei de colocar seu blog no Blogroll do meu humilde blog (que não é só de resenhas). Parabéns e muito sucesso !!!

    Tommy Beresford
    Cinema é Magia – https://cinemagia.wordpress.com/

  215. Honda
    4 de fevereiro de 2014 às 4:41

    Adorei suas criticas !!!! Gostei de como descreve os filmes e de sua percepção para com detalhes, leio bastante outros blogs de filmes mas o seu é único, passarei sempre pra dar uma olhada nas novidades, te desejo o melhor, bem no estilo de cartão de aniversario de amigo antigo, nunca te vi ou falei mas adorei a parte de você que criou isso tudo, alem se ser inteligente é de um carisma com as palavras que chega a ser apaixonante, se voce fosse um cara ainda assim seria, muito sucesso e que nunca falte luz na vida e na sua casa para que sempre apareçam novidades maravilhosas por aqui, ate breve.

  216. Milria
    16 de fevereiro de 2014 às 9:38

    Cara Alessandra, adoro suas críticas, seu texto e até suas pontuações de notas para os filmes. Sua avaliação é sempre bem fundamentada e repleta de informações importantes para quem ama cinema! Lamento muito não conseguir assistir a maioria dos filmes que vc apresenta. Eles nem sempre são exibidos no circuito de Campinas/SP, onde moramos. Mudar de estilo ou assunto vc até pode (rs…), deixar de publicar nunca, compartilhar o saber acumulado é dívida histórica do ser humano, vc não acha? Abraços………………..Isa

  217. 16 de fevereiro de 2014 às 21:06

    Oi Alessandra, conheci hoje o seu blog, gostei muito por causa das informações extras que você traz à respeito dos filmes. Eu amo cinema. Já assisti quase todos os filmes que concorrem ao Oscar 2014 e pretendo ler todas as suas críticas sobre eles. Parabéns pelo trabalho.

  218. 19 de fevereiro de 2014 às 20:52

    Alessandra, conheci agora seu blog, achei mto legal, adoro cinema e costumo a baixar os filmes por internet, irei ver todos os concorrentes até 2 de março, espero aprender a avaliar mais tecnicamente as produções, gostaria q me ajudasse nisso, abraço e sucesso.
    Alex

  219. Verusca
    7 de março de 2014 às 17:26

    Espero seus posts ansiosamente toda semana…amo esse blog. Nossas ideias geralmente batem, principalmente sobre o filme Gravidade, tive os mesmos pensamentos…Parabéns pelo excelente trabalho.

  220. 15 de março de 2014 às 12:43

    Alessandra, boa tarde. Encontrei o seu blog ao procurar críticas do filme LORE, o qual será exibido pelo Cinema de Arte – projeto que exibe os filmes rejeitados pelo circuito comercial dentro de um grande grupo exibidor – o UCI Ribeiro. O endereço do cinema de arte é http://www.cinemadearte.com.br – em Fortaleza, Recife e Maceió. Fiquei com um espanto, daqueles filosóficos, ao ver a qualidade de seu blog – eu sou muito reticente aos blogs de cinema, porque geralmente são muito ruins (desculpe essa falta de humildade com relação a eles). Irei, sempre consultar se, no seu blog, estará a crítica do filme que o CA irá exibir. Aliás, também sou editor de um blog de cinema, o do Diário do Nordeste, jornal de Fortaleza com circulação nacional – http://blogs.diariodonordeste.com.br/blogdecinema Pedir mais seria impossível. Parabéns pelo Blog. Grande abraço, Pedro Martins Freire –

  221. Marcelo
    1 de maio de 2014 às 11:33

    Alessandra tudo bem? Parabéns pelo blog, é realmente muito bem escrito! Assisti ontem o filme “Her”. Procurei diversos posts comentando alguma coisa sobre o que eu “acho” que possa ter visto e pelo que parece fui o único que vi…rsrsrsrs. Após a Samantha armar o encontro com o Theodore com a menina para a Samantha sentir como se fosse ela sendo “tocada”, eles tiveram uma discussão e Theodore coloca a menina no taxi, senta na calçada e começa a conversar com Samantha, nessa hora a “câmera” filma (sem motivo) uma mulher de vestido branco caminhando na rua e logo depois volta para Theodore, então Samanhta conversando com Theodore suspira duas vezes e Theodore questiona ela do porque ela estava suspirando se ela era uma maquina e diz “Você não precisa de oxigênio”, ou seja, para mim ficou aberto isso, não acho quer eram inteligências artificiais, pode ser uma concepção errada minha, mas já que você é a especialista na avaliação de filmes vale a pena o comentário aqui. Abs, Marcelo

  222. 10 de maio de 2014 às 17:58

    Olá Alessandra,
    achei interessante algumas colocações tuas sobre Almas Silenciosas.
    Também assisti ao filme e fiquei impressionado com o tema, embora gélido
    como o demonstrado nas relações interpessoais e nas paisagens.
    Entendi que os Mérias foram um povo originário da Turquia, e não Finlândia.
    Os atores e diálogos eram tipicamente turcos, na aparência e no comportamento.
    Grato pela atenção,
    Roberto.

  223. 11 de maio de 2014 às 22:43

    Oi Alessandra, tudo bem?
    Conheci seu blog hoje, e fiquei bastante surpreso com a qualidade, a dedicação, o conteúdo, e mais que tudo, o estilo pessoal que você consegue mostrar aqui.
    Considero isso um presente a seus leitores, algo que, como você mesmo diz tão bem, foge de ‘regras sociais’, limites e des-complicações do texto contemporâneo.
    Confesso que me assustei no começo, aqui é tudo menos um lugar onde existe uma resposta fácil à eterna -e voraz- questão: vejo ou não esse filme?
    Só li uma crítica (se é que são críticas), sobre o Noé, e continuo tão deliciosamente confuso como quando soube do filme pela primeira vez. Talvez o veja, talvez não. E é maravilhoso encontrar alguém que coloca a questão desse modo.
    Se o leitor deve ver ou não? Sei lá! Como disse Fernando Pessoa naquele poema tão lindo: “Sentir? Sinta quem lê!”
    Acho uma atitude corajosa, consistente, e mais do que tudo, generosa. Vejo esse trabalho de escrita quase como o de um joalheiro, que não se importa com o tempo nem com o resultado, mas com o processo. Como você mesmo diz, uma postura anti-internética.
    Me atrevo a dizer que o melhor de tudo aqui é algo que se infiltra nesses textos sobre cinema, e que tenho certeza, foi o que mais me fascinou. O ‘seu’ texto, aquele que aparece ali no meio das frases e diz: também estou aqui.
    Literatura, a palavra é essa. Suas críticas (pelo menos pra mim) falam dos filmes, mas falam das pessoas, das ações, dos sentimentos, dos desejos, das lembranças, das idas e vindas, ou seja, falam do humano. Da continuidade, das coisas que existem apenas porque existem.
    “Assisto ou não a esse filme?”
    “Sei lá, sinta quem lê!”
    Te agradeço por ter me proporcionado essa surpresa, foi muito bonito encontrar seu blog.
    Paulo

  224. João Victor Rezende
    13 de junho de 2014 às 11:01

    Olá Alessandra, bom dia.
    Primeiramente, quero dizer que gosto muito de suas críticas e da forma como você escreve aqui no seu blog. Você está de parabéns!
    Gostaria de saber se você já assistiu o filme Mergulho Profundo (Pioneer), do diretor Erik Skjoldbjaerg. Ontem assisti esse filme e logo que acabou vim aqui no seu blog a procura de sua crítica, mas não achei nada. Imagino que você não tenha assistido o filme, por isso recomendo e fico, em seguida, aguardando sua apreciável crítica.
    Um grande abraço!
    João Victor Rezende

  225. Maria Emília
    17 de junho de 2014 às 21:04

    Olá… gostaria muito de conversar com vc sobre o filme A partida. Aguardo seu retorno em meu e-mail. Att, Emília

  226. 19 de julho de 2014 às 23:48

    Parabéns pelas críticas. Tens o gosto e o senso apurados. Sugiro este filme para crítica: http://www.imdb.com/title/tt2234003/ Calvary, um belíssimo filme irlandês.

  227. Irene Gala
    17 de agosto de 2014 às 20:56

    Ola Alessandra,
    Parabéns pelo blog. Muito legal. Não sou cinéfila, mas vou já já virar graças a Vc.
    Moro fora do Brasil, onde há pouquíssimo acesso a cinemas e videos … E também a internet é “média”, além de haver interrupções de eletricidade.
    Mas me recomendaram um site (filmesonlinegratis), onde tenho encontado disponíveis os filmes que tomei como sugestões a partir do seu blog.
    Haveria uma forma de ter a lista dos filmes aos quais Vc já deu nota 10?
    Um abraço e, novamente, Parabéns.
    Irene

  228. 26 de setembro de 2014 às 5:21

    Cara, seus textos são do caralho ! Parabéns de verdade moça, acho aliáis que daria uma bela roteirista, já pensou nisso?

  229. Tayma Carneiro
    1 de outubro de 2014 às 16:11

    Adorei seu blog. Ganhaste um leitor!

  230. Irene Gala
    12 de outubro de 2014 às 17:50

    Oi Alessandra, vamos ter comentário seu para Lucy??? Aguardo ansiosa.
    Um abração e sempre, Parabéns!!!

  231. Israel Machado da Silva
    3 de dezembro de 2014 às 13:48

    Boa tarde Alessandra,

    Gosto muito do seu blog. Críticas completas, com vários fatores sendo considerados, raras de se achar por aí. A última que vi foi de Bravura Indômita. Gostaria de conversar contigo, caso possível, sobre essa paixão pelo cinema. Sou mestrando da UFRGS. Meu contato é o e-mail pedido para fazer o comentário. Desde já agradeço a atenção!

  232. 15 de dezembro de 2014 às 14:16

    Olá alessandra!

    Acesso o seu blog mensalmente, e estou sentindo falta de uma crítica sua para o “Interestelar”, por favor, não me deixe orfã dessa crítica.

    Adoro seu blog. ^^

  233. Mile
    9 de janeiro de 2015 às 21:45

    Moça, teu blog é uma pérola! Tuas críticas são tão deliciosas, precisas e boas de ler! Não pensas em ter uma page no FB?

  234. Assis
    8 de fevereiro de 2015 às 8:19

    Alessandra, sempre leio seu Blog. a minha opinião a respeito do filme visto já está formada, mas curto, e muito, divagar sobre o seu ponto de vista a respeito do mesmo filme visto por mim.

  235. Fabio
    8 de fevereiro de 2015 às 21:04

    Alessandra,
    Acabei de ler sua análise do filme Birdman.
    Saí do cinema com a duvida se tinha gostado ou não do filme.
    Após um tempo de reflexão cheguei a conclusão que o filme é espetacular, pela história, pelos atores e principalmente pela filmagem que é impecável – os cortes são perfeitos.
    Sua crítica é excelente não só pela sua opinião em sí mas também pela riqueza de detalhes e ela me ajudou ainda mais a gostar do filme.
    Você ganhou um fã!
    Parabéns.
    Fábio

  236. João Vicente
    5 de março de 2015 às 13:55

    Ola, descobriu este blog a coisa de um mes e achei brilhante a forma como são descritos os filmes de forma detalhada sem deixar escapar um promenor, vi os filmes nomeados para os oscares e acompanhei sempre as suas criticas dos filmes que foram sempre muito bem conseguidas.

    Continue com o blog

    Cumprimentos de Portugal (:

  237. Leo
    9 de março de 2015 às 18:02

    Esse blog é sensacional, eu falo dele para todos os amigos possíveis que gostam de cinema. Parabéns!
    Eu havia mandado essa dica no twitter, mas vou deixar ela aqui também: Oh Boy, filme alemão, gostei demais desse filme, e vi pouca noticia dele por aqui.

  238. 11 de março de 2015 às 11:32

    Olá, Alessandra. Tudo bem?
    Simplesmente estou encantada com o seu texto e já salvei seu blog na barra de favoritos. Adorei os seus “textos grandes” e o “banner em qualidade alta” dos filmes que você publica suas críticas. Longos textos com qualidade do início ao fim são raros de se encontrar na internet hoje em dia, mas você conseguiu e fico feliz de ter acesso a eles.

  239. cibiradio
    10 de junho de 2015 às 15:06

    Parabéns!
    Seu blog está ótimo!
    Toda a informação sobre melhores filmes, os óscares…está mesmo muito completo.
    Eu e uma colega minha também estamos começando um blog, se nos puder dar dicas pode mandar e-mail para cibiradio.nos@gmail.com
    Obrigada e parabéns mais uma vez pelo ótimo trabalho.

  240. 27 de julho de 2015 às 0:10

    Olá! Passei por aqui por acaso pesquisando resenhas de filmes e graças a esse “acaso” já assisti ao belo filme “Ilo Ilo” a partir da tua idéia inicial sobre o filme, e hoje, após assisti-lo, voltei para ver o restante da tua análise. Parabéns pelo excelente trabalho!

  241. Juarez
    9 de agosto de 2015 às 21:27

    Olá🙂 Vi o filme Para Sempre Alice e vim procurar na internet por uma crítica que sustentasse uma melhor análise do filme pra mim e a sua simplesmente transbordou meu copo de expectativa! Hahaha quero parabenizar você pelo blog e peço que abra uma página no Facebook hehe😉 obrigado.

  242. paola
    22 de dezembro de 2015 às 18:04

    ameiiiiii!! parabéns, serei sua seguidora!

  243. 30 de janeiro de 2016 às 8:37

    Seu blog é um dos melhores blogs sobre cinema, no Brasil (no que você pode responder “por que essa restrição !!???). Parabéns, Alessandra. Enquanto dure, sou e serei seu eterno seguidor. Espero que para sempre. Abs Luiz Gravatá

  244. Ariel Perez
    6 de junho de 2016 às 3:50

    Alessandra…
    É engraçado como as coisas são… Juro que, nessa madrugada, eu não esperava encontrar um blog focado em crítica de cinema. Pesquisava sobre um ator que vi agora pouco num filme e, por acaso, encontrei o seu cantinho. Fiquei encantada com a maneira que escreve, seus textos são grandes e bem detalhados, contudo, de forma alguma são massantes. Li 3 críticas agorinha e posso dizer que estou… Extremamente encantada. Dois dos três filmes não eram de meu conhecimento, afinal, pouco frequento o cinema, estudo muito, escrevo muito, pouco tempo tenho para hobbies e diversões externas. Pode me pôr em sua lista negra, mas devo admitir que, na verdade, não dou muita importância aos bons filmes que existem por aí; quando posso, marco um fim de semana com umas amigas ou meu irmão mais novo para assistir um sucesso desses de bilheterias, porém nunca para assistir um bom filme com meu pai, um aspirante a critico extremamente seletivo. No entanto, as suas críticas, tudo que escreveu, me despertou um interesse sobrenatural em assistir bons e a conhecer um bom cinema.
    Quero que saiba que, nessa madrugada de 6 de junho, acabaras de ganhar uma nova leitora; achei que talvez fosses gostar de um comentário, para que saibas que és realmente boa no que faz. As vezes as pessoas só precisam de algumas palavras.
    Talvez seja uma baboseira, talvez não, mas eu segui a minha intuição e deixei um comentário.
    Parabéns e sucesso com o blog (que agora, é meu favorito!)!

  245. Thaís
    17 de agosto de 2016 às 11:16

    Parabéns pelo blog! Estive lendo recentemente suas críticas e são ótimas para entender um pouco mais do cinema. Abraço

  246. Celia Foresto
    1 de setembro de 2016 às 20:53

    Assisti ao filme Ao Entardecer e gostei muito! Procurando uma crítica sobre esse filme achei o seu blog e amei! Admiro muito, pessoas como você, quem tem facilidade de expor suas idéias de maneira tão clara! Amei Alessandra! Bjs

  247. A. Paulo
    2 de outubro de 2016 às 10:53

    Como posso encaminhar perguntas sobre sua opinião a respeito de um filme já comentado antes? Achei melhor pelo Messenger, mas não encontrei seu perfil no FB.
    Quanto a mudanças de nome de filmes quando da importação, raramente as acho boas. Mas penso que, no caso de Mustang, como a maioria dos brasileiros associa a palavra à marca de um carro e nem pensa num cavalo, pode ter sido útil.
    /APCSVeiga

  248. Michelli Mantovaneli
    18 de novembro de 2016 às 16:56

    Boa Tarde Alessandra.Gostaria de parabeniza-la porque você faz ótimas críticas de filmes.Estou ansiosa para assistir ao filme de Ficção Científica Arrival com os atores Amy Adams e Jeremy Renner(o qual eu sou fã)que estréia no final desse mês no Brasil e gostaria muito que você fizesse uma crítica sobre ele.Estarei aguardando.Obrigada.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: